AS ‘DEZ’ MAIS

Terça-feira, 07 de junho de 2016.

1ª)

Professores em Campo Grande vão emendar de sexta a segunda. A greve tem fundo político, mas está disfarçada como luta pelos direitos do professorado. Como segunda-feira é dia de Santo Antonio, o padroeiro desta Capital, o ‘dolce far niente’ será prolongado.

2ª)

O CADE (Conselho de Desenvolvimento Econômico) multou a Copagás por formação de cartel. A empresa se juntou a outras para fazer um preço mínimo de botijões de 13 quilos. A multa será decidida, mas há quem diga que será salgada.

3ª)

Está para sair a primeira ‘delação premiada’ da Operação ‘Lama Asfáltica’. Ainda não se sabe quem será o delator, mas quem está na mira é o empreiteiro João Amorim. Desesperados, os presos pressionam seus advogados para soltá-los rápido antes que a bomba exploda. Todo mundo está apostando que André Luiz Cance ou Mirched Jaffar Junior vão bater com a língua nos dentes.

4ª)

Médicos da Central de Regulação de Vagas estão em greve desde ontem porque a Prefeitura de Campo Grande está caloteando suas diárias de março e abril. Bernal tem intimidade com calotes, e isso tem empurrado Campo Grande para o caos. O Pedra garante que “dinheiro tem”.

5ª)

Agora o feitiço virou contra o feiticeiro. Nestor Cerveró resolveu abrir a ‘matraca’ e denunciou todo mundo: da Presidente Dilma ao seu ex-amigo Delcídio do Amaral. Cerveró disse que “molhou a mão deles com a grana da compra da Refinaria Pasadena”. O juiz Sérgio Moro está afiando a caneta pra mandar buscar novos inquilinos para a ‘Torre da Amargura’, onde o filho chora e a mãe não vê.

6ª)

Alcidetes e Bernaldetes estão sonhando com a reeleição dele na eleição deste ano, e depois disso dizem que ele será candidato com chances de ser governador em 2018. A ‘cupinchaiada’ do Bernal parece mesmo que tem um parafuso a menos.

7ª)

De todos os índices ruins pesquisados nas capitais brasileiras Campo Grande dá de goleada. A mais esburacada; a da pior merenda; a da pior campanha de vacinação contra a gripe; a de maior escândalo com verbas federais, e agora mais um: a do prefeito mais feio do Brasil…

8ª)

O quilo do feijão aumentou 45{d124abb9778216420301f7a7fdee54f2d809ca471a8d69088da1a3e9d609e3df}. É a inflação comendo o povo por uma perna. Voltamos à época do ‘Cruzeiro’, quando era preciso levar um saco de dinheiro pra comprar um quilo de feijão.

9ª)

Prefeitura de Campo Grande retirando na marra as coberturas de pontos de mototaxis ao longo da Julio de Castilhos, e já avisaram que vão recolher todas as banquinhas do ‘jogo-do-bicho’ na cidade. A ordem – segundo a Prefeitura – é do vice-prefeito da Capital: o Ministério Público.

10ª)

Políticos estão se acostumando à metralhadora denuncista utilizada pelo Ministério Público Estadual para justificar as atabalhodas investigações feitas pelo Gaeco. Já apelidaram essas ações de ‘Lurdinha’. Pra quem não sabe ‘Lurdinha’ era aquela metralhadora de mão usada em Chicago nos tempos da ‘Lei Seca’ pelos ‘Intocáveis’ contra a turma braba de Alfonse Capone.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuuuii.

Comentários

Comentários