As Dez Mais

Quinta-feira, 02 de agosto de 2018.

Primeira:

Hoje ou amanhã é o prazo final para que Puccinelli ainda consiga engrenar na campanha do MDB. No partido os nervos estão à ‘flor da pele’. A liminar pedida ao STF será julgada pelo ministro Marco Aurélio de Melo.

Segunda:

Nas redes sociais a ordem é postar aquilo que vem na cabeça e não o que realmente esteja acontecendo. Falaram ontem que o pedido poderia ser julgado pelo ministro Alexandre Moraes. Não é isso que irá acontecer.

Terceira:

A decisão monocrática do desembargador Sérgio Martins não deverá impedir o deputado federal Zeca do PT de se candidatar ao Senado. Há recursos que serão buscados. Conversei agora de manhã com o Zeca, e ele me garantiu que será candidato.

Quarta:

Já no ‘PDTrês’ as coisas também andam complicadíssimas. Chamaram a ex-mulher do Marçal Filho para ser vice do “xerifão”. Ela veio, fez fotos, mas não aguentou duas horas de “flash-back” nas redes sociais sobre a ‘Operação Uragano’. Quando viu o tamanho da confusão, caiu fora.

Quinta:

Odilon é neste instante como um barco à deriva. Está tendo que engolir seco seu discurso onde exigia pessoas sem complicações com a Justiça para acompanhá-lo. Dos três vices que ele escolheu até agora, ninguém passou no teste.

Sexta:

Passarinho me contou que Luiz Henrique Mandetta (DEM) pode encerrar amanhã a sua carreira política sem ser candidato a nada. Dizem que Mandetta não aguenta mais ficar distante da família.

Sétima:

Presidente do PMN, Alexandre Lopes de Resende, está formalmente acusado por crime de estelionato. Comprou um Corola em 2012, em Campos Belo/MG, e não pagou o veículo. Resende era assessor do prefeito Barraco de Terenos, onde fez tantos rolos que acabaram motivando sua demissão.

Oitava:

Em Novo Horizonte-SP, o dono de um cavalo que sofria maus-tratos teve que vender o animal por R$ 50 reais. O animal era espancado e obrigado a beber um copão de pinga todos os dias. O dono do animal foi denunciado, mesmo depois de ter ficado sem seu companheiro de cachaça.

Nona:

Marcelo Salomão, do Procom estadual, deixou o cargo e já está trabalhando na coordenação da campanha da vice-governadora Rose Modesto. A ordem é elegê-la à Câmara Federal. Marcelo deixou boas histórias na superintendência do Procom-MS.

Décima:

Em julho a Difusora/FM-101.9, rompeu a barreira dos 100 mil acessos. Para ser mais exato foram 106.365. A segunda colocada no ranking dos acessos via internet foi de 86.303. Agora em agosto a pauleira continua: FM-101.9 já está com 5.580 acessos.

CHICOTADA DO DIA!

Certo candidato, vai visitar sem qualquer aparato de segurança, a casa de um amigo que foi expulso da Polícia Federal. Moradores do local dizem que o aparato que segue o candidato não passa de “marketing”.

MEUS AMIGOS:

Dr. Alessandro Falckemback; Tião da Deck Espetos; Dr. Wilson Matos, o locutor vóz da cidade de Marília. Aniversariantes do dia: Graziela Napi, Edna Guarinão e Dra. Rosana Regis.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários