As ‘dez’ mais

Quarta-feira, 03 de agosto de 2016.

1ª)

Pessoal do Bernal agora deu para sumir com placas comemorativas, totens e até fotografias de ex-prefeitos, o que é crime perante a lei. Mas para uma administração que já sumiu até com as esperanças de melhores dias da população, isso é fichinha.

2ª)

O Ministério Público está de olho e vai começar investigar esse negócio de deputados usarem pessoas nomeadas em seus gabinetes para fazerem serviços que nada dizem com a atividade parlamentar. Dizem que muita gente vai ser pega com a boca na botija e que haverá ‘choro e ranger de dentes’.

3ª)

O Secretário de Administração da prefeitura Ricardo Ballock saiu de cena. Pegou a família e ‘se pirulitou’ sem deixar endereço. Não quer saber de campanha política e nem quer entrar na discussão. Deixou o cargo vazio e sem adjunto, e nem disse para onde foi e trocou o telefone.

4ª)

Dá pra montar um time de futebol só com os candidatos a prefeitos de Campo Grande: Marquinhos, Rose Modesto, Alcides Bernal. Coronel Davi, Marcos Alex do PT e Adalton Garcia. Suel Ferranti, Athayde Nery, e Pedro Pedrossian Filho. Marcelo Bluma e Janete Morais. Na reserva: Luiz Pedro Guimarães, Elizeu Amarilha e Rosana Santos.

5ª)

Será julgado hoje no TJMS o pedido do reconduzido para que a Taxa de Iluminação Pública (COSIP) não seja suspensa. Ela foi cobrada por 6 meses, o dinheiro ficou acumulado e não houve manutenção na iluminação pública. A Câmara derrubou o veto do prefeito que mantinha a cobrança. Se houver bom-senso da Justiça a cobrança continuará suspensa por 180 dias.

6ª)

Se as pedaladas fiscais estão derrubando a presidente Dilma Rousseff, aqui elas também pode apear o prefeito ‘reconduzido’ Alcides Bernal. É que a Câmara recebeu documento denunciando as ‘pedaladas do prefeito’ que teria usado indevidamente o dinheiro para pagar a Seleta e a Omep. Mas nessa altura de campeonato, com Bernal arrastando uma rejeição ‘monstro’, tirá-lo do poder nem adianta mais.

7ª)

Mas em Brasília outro recurso jurídico poderá apear o prefeito antes mesmo das suas ‘pedaladas’ contra a Seleta e a Omep. O julgamento está nas mãos do ministro Levandowisk e poderá ser decidido até sexta-feira. Bernal continua no ‘fio da navalha’ sabendo que pode dormir prefeito e acordar no olho da rua.

8ª)

Antonieta Amorim voltou ontem à Assembléia apenas para não perder o prazo regimental de afastamento de 120 dias. Sua suplente, a vereadora douradense Délia Razuk não quis assumir porque é forte candidata a prefeitura de Dourados. Antonieta está tratando de um aneurisma cerebral, e deverá renovar seu afastamento.

9ª)

A gasolina voltou a cair de preço na Capital. Pode ser comprada por até 3,08 o litro. O mais engraçado é, que nem com esses ‘precinhos’ os postos registram aquelas enormes filas do ano passado, o que é um péssimo sinal para a nossa economia.

10ª)

A crise está batendo duro no setor da aviação. Dizem que a Gol, depois de devolver 20 aeronaves, já tem mais outras ‘vinte’ engatilhadas para a devolução. As passagens subiram, os clientes caíram e o setor desandou.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários