As Dez Mais

Terça-feira, 17 de Julho de 2018.

Primeira:

Perguntei ontem ao deputado federal Luiz Mandetta (DEM), o que estava “pegando” para que o partido dele pudesse descer do muro e decidir com quem faria aliança. Mandetta foi cirúrgico na sua resposta: “Nosso partido está entre um “e” e um “Se”.

Segunda:

Pedi à ele que fosse mais explícito e Mandetta respondeu: “O MDB nos garante uma vaga de vice “e” uma vaga de Senado. O PSDB nos garante: Uma vaga de vice ou “se” não quisermos, uma vaga para o Senado.

Terceira:

O que deu pra entender foi que: “Se” o DEM quiser a vaga de vice no PSDB ela estará aberta; mas se o DEM quiser a vaga ao Senado os ‘tucanos’ terão que arrumar o ninho para abrigar o candidato a senador. Murilo precisa decidir o que deseja e descer do muro.

Quarta:

Dizem que o grande problema de Murilo é o de não querer meter a mão no bolso para disputar vaga ao Senado. Aliás, Murilo e Pedro Chaves são, na essência do palavreado político “dois multimilionários muquiranas”.

Quinta:

No frigir dos ovos, no passar a régua pra fechar a conta, dizem que há uma tendência clara do DEM ‘puccinelar’, mas se isso acontecer por conta e obra da indecisão de Murilo, a tendência do partido será ‘rachar’ sem os dois grandes medalhões do partido: Zé Teixeira – um campeão de votos – e o Barbosinha.

Sexta:

Pedro Chaves (PRB), quer que o PSDB abra espaço para ele como senador. Tá difícil. Os “tucanos’ já tem Nelsinho do PTB e o “tucano” Marcelo Miglioli. O PRB controla no governo a Funtrab e a Defesa Civil. Ou isolam Pedro Chaves e continuam na aliança, ou saem e perdem os espaços. A equação pode fechar com Chaves sendo vice de Azambuja.

Sétima:

Em Montes Claros, nas Minas Gerais, um filho de 24 anos, usou uma metralhadora artesanal para obrigar a sua mãe fazer o café. A irmã, vendo o irmão ameaçar a mãe de morte, chamou a polícia que encontrou com ele, além da arma, 94 tubos de pólvora.

Oitava:

Outra ocorrência escalafobética aconteceu domingo à noite em Corumbá: Um homem de 30 anos, tomou uma surra com garrafadas. Atentem para o detalhe do nome do bairro onde ocorreu a agressão: “Cervejaria”.

Nona:

Tem coisa errada na conservação das ambulâncias do SAMU que merecia por parte do Ministério Público uma investigação mais apurada. Gastaram R$ 1,2 milhão em 6 meses. O problema pode não ser a frota…

Décima:

Depois de tentarem de tudo para perturbar a paz do cidadão, assaltando, roubando e explodindo caixas eletrônicos, a onda agora é furtar soja e gado. Essa bandidagem não tem jeito. Os fazendeiros estão se virando como podem. Alô polícia!.

CHICOTADA DO DIA!

Netinho chegou ao ‘apê’ do vovô com um novo “bofe”. O vovô guloso, literalmente voou em cima da novidade. Dizem que deu um “tititi” lascado que acabou rendendo uma ‘tricotada’ na Galeria do Amor. Depois do “pega” as duas “bibas” se entenderam e concordaram juntas que bom mesmo é homem aos montões. Eu, heim?.

MEUS AMIGOS!

Meus ouvintes Maluf e Anelise; Jornalista Moacir de Castro Jorge; Tidelcino dos Santos, da Federação das Apaes do MS; Lagoa o poderoso empresário do ramo da metalurgia; Tatão, filho do Dr. Victor Eugênio. Aniversariantes do dia: Desembargador Paschoal Leandro, Julio Cheda e Murilo Zauith. Estou saindo de férias, mas na próxima Terça-feira que vem eu volto.

Fuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários