As Dez Mais

Quinta-feira, 07 de Junho de 2018.

Primeira:

Nelson Dias Neto postou ontem no Facebook que tem um processo contra a Secretaria de Fazenda estadual pedindo que ela lhe devolva R$ 97,72 pagos indevidamente. Ele luta há 17 meses para receber de volta o que lhe pertence. Até agora, “nada”.

Segunda:

No dia 14 de agosto será desligado o sinal analógico para as televisões. Quem não tiver conversor vai ficar sem imagem.

Terceira:

O PODEMOS mexeu a pedra no tabuleiro político. O advogado Humberto Sávio Abussafi Figueiró, o “Betinho”, viajou nesta madrugada para Brasília-DF. Foi sacramentar sua candidatura a Governador.

Quarta:

Betinho recepcionou na sua mansão o presidenciável Álvaro Dias, que saiu de lá impressionado com a estrutura do então pré-candidato a deputado federal. O PODEMOS poderá sair da “aliança” com o juiz Odilon de Oliveira, do PDT.

Quinta:

No Brasil as coisas são assim: quando os preços caem só beneficiam os ricos. O diesel caiu de preço, mas passagens de coletivos continuam nas alturas.

Sexta:

Na Câmara vereadores estão insatisfeitos com a metodologia do presidente João Rocha, que não gosta de bater de frente e nem contrariar ninguém. Dizem que a assessoria do João não sabe diferenciar ‘ordem’ de ‘sugestão’, por isso o Legislativo Municipal está refém de promotores, que insistem em meter o bedelho na administração da Casa.

Sétima:

A briga entre vereadores e promotores vem da legislatura passada quando o ex-promotor do GAECO, Marcos Alex, pintou e bordou dentro da nossa Câmara e no final inventou a malfadada Coffee-Break que se resumiu em 40 mil páginas de “nada”.

Oitava:

Mato Grosso do Sul está virando a Capital dos estupros do Brasil. Segundo dados da Sejusp em 5 meses já aconteceram 605 delitos dessa natureza.

Nona:

A Praça do Rádio Clube poderá se transformar numa arena pública durante os jogos da Copa. A Prefeitura está aceitando parcerias para colocar um telão no local. Essa idéia não é nova. O primeiro a fazer esse tipo de empreendimento foi o saudoso Edgar Lopes de Faria, o “Escaramuça”. O telão ficara na Praça Ary Coelho.

Décima:

Três traficantes estavam trazendo de Corumbá 65 quilos de pasta-base que seriam vendidos nesta Capital, mas a operação vazou e a Denar tarrafeou a rapaziada, colocando todo mundo atrás das grades. Estão presos: Amarildo Pereira (30, Luíz Cézar da Silva, 33 e Michael Thales da Cruz, 28 anos. Eles forneciam 90% da droga consumida em Campo Grande e tinham “QG” em Terenos.

MEUS AMIGOS:

Elenilton Dutra; Paulo Scheleder; Sgt Matos; Banana e Gambá da Secretaria de Obras. Aniversariantes do dia: Vereadora Dharleng Campos, Melissa Canale e Clarinda Shimabukuro Higa.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários