As Dez Mais

Terça-feira, 8 de Maio de 2018.

Primeira:

Manhã começa com o surgimento de um Blog MSNEWS cascando o cacete no juiz Odilon de Oliveira e sendo distribuído em todos os grupos de internet. Está sendo considerado covardia e isso poderá surtir um efeito contrario podendo deixar o atacado mais forte politicamente.

Segunda:

Uma fonte do PDT já mapeou o site MSNEWS e descobriu que ele pertence a Kiko e Fabrício Portilho. Uma equipe de advogados está tomando providências jurídicas pedindo a suspensão do site e providências policiais.

Terceira:

Terezinha Cândido conseguiu registrar ontem a tarde a sua chapa para concorrer à presidência da Famasul. Havia a expectativa de que criariam casos e empecilhos para que ela não conseguisse o registro. A estratégia do pessoal da entidade foi recuar, colocar uma mulher como vice na chapa deles e apostar que o “compadrio” fale mais alto.

Quarta:

Há 40 anos a Famasul é presidida por um grupo de ricos fazendeiros que movimentam uma fortuna dentro da entidade, mas que não se preocupam com os associados menores. Essa insatisfação de pertencer a uma entidade que na chamada “hora agá” protege apenas os interesses dos seus pseudos proprietários é que fez nascer uma oposição forte que pretendo novos rumos para a Famasul.

Quinta:

O balanço do ano passado apresentado pela nova diretoria da Santa Casa foi assustador. A entidade terminou o ano com um déficit de R$ 102,7 milhões, quase 40% a mais que o déficit de 2016.

Sexta:

Os Defensores públicos conseguiram uma liminar em 1º Grau contra os 14% que o Instituto de Previdência do Estado estará cobrando a partir deste mês. E como onde passa um boi também passa uma boiada, todo mundo está correndo atrás de liminares para não pagar o aumento de 3% na taxa previdenciária, deixando o Governo do Estado doidinho.

Sétima:

As muretas separando as duas vias na Euler de Azevedo tornaram a avenida esteticamente feia, e no quesito “segurança” ela ficou mais perigosa que antes. Já fez duas vítimas fatais, e se não consertarem urgente as muretas que penetram dentro da via de rolamentos, fará mais vítimas. É bom que revejam o conceito “falho” de segurança que implantaram. Arquitetonicamente, fala-se que tentaram fazer um Bem-te-vi e saiu um Urubú.

Oitava:

Quem vai experimentar o crivo da justiça no dia de hoje na malfadada Coffee-Break são: O ver. Octávio Trad e os ex-vereadores Flávio César e Airton Saraiva. É certo que eles terão os mesmos destinos dos julgados anteriormente e sairão livres, afinal, firma-se o conceito que a investigação produziu 40 mil páginas de “nada” como bem disse o Dr. Renê Siufi.

Nona:

A fabricante internacional de guitarras da marca Gibson pediu recuperação judicial. Era a preferida de B. B. King, Mick Jagger, Keith Richards. A dívida é de 400 milhões de dólares. Outras empresas americanas que “abriram o bico”: Blockbuster que tinha 9 mil lojas, inclusive no Brasil; Kodak depois de ter inventado a fotografia digital; Atari que até 1980 era líder em games e a Polaroid que tirava e imprimia a foto na hora.

Décima:

Quem está com tudo dentro da classe médica é o Dr. Flávio Ferrari da Associação dos Médicos. Enfrentou a promotora que exigia que os médicos do Hospital Regional batessem ponto. Disse pra ela que “médico não é operário e não recebe hora extra, e nem pode abandonar uma operação no meio ou pela metade porque o seu tempo de trabalho expirou”. De quebra o Dr. Flávio perguntou à promotora: vocês também batem ponto?. Não houve resposta.

Meus amigos:

Rodney e Queixo da Diesel.com; Dr. Vagner Leão: advogado; Carlos Naegele do site Midiamax; Chico Maia: pré-candidato ao senado; Victor Eugênio Filho: Tatão; Delasnieves Dáspet: Advogada e Poetisa; Mardem Ubirajara Barbosa; Dimas Braga: colunista e diretor-proprietário da revista Ifnews; Dr. Pierre Adri: diretor da Revista Destaque.  Liane Silva, José Carlos Nepomuceno e Thiago Arakaki: aniversariantes do dia.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários