AS ‘DEZ’ MAIS

Quarta-feira, 15 de Fevereiro de 2016.

Primeira:

A Câmara Municipal de Campo Grande abre hoje sua “décima” Legislatura. A sessão solene contará com a presença de autoridades, familiares dos novos vereadores, assessores e pessoas que irão prestigiar seus eleitos. A solenidade será presidida pelo Ver. João Rocha (PSDB).

Segunda:

O vereador Wilson Sami (PMDB) assumirá amanhã oficialmente a vaga deixada pelo Dr. Paulo Siufi (PMDB). Sami é o quarto médico no nosso Legislativo, que também conta com dois enfermeiros.

Terceira:

Os gabinetes dos vereadores estão sendo reformados. Alguns estão fazendo o atendimento provisório na parte externa do prédio. O único gabinete pronto é do Ver. Papi. Lá o atendimento está normal. O local já ganhou o apelido de “Casa Branca”, pelo exotismo e bom gosto da decoração.

Quarta:

Entrevistei hoje no meu programa na DIFUSORA o diretor-presidente da EHMA, Enéas Carvalho. Ele falou da inadimplência do setor que já chega a 46 milhões o que deixa mais difícil para muita gente o sonho da casa própria. Disse que a EHMA passará a sortear as futuras unidades a serem construídas. Alertou que quem não colocar as prestações em dia, poderá ser negativado no SPC/SERASA e perder a casa “própria”.

Quinta:

A Prefeitura vai começar vistoriar os coletivos da Capital, exigir que – na média – os ônibus tenham no máximo 5 anos. O prefeito quer bons serviços, tarifas baixas e que as empresas voltem a pagar impostos municipais.

Sexta:

O governador Azambuja (PSDB) foi em Brasília choramingar ao presidente Temer pela volta do ICMS do gás. Quer um encontro com Pedro Parente, presidente da Petrobrás. Comenta-se que o Azambuja tem um “ás” na manga que pode resolver a questão.

Sétima:

Deve sair hoje a decretação da prisão de Thiago Giovanni Demarco Sena, 20, e Willian Henrique Larrea, 30, responsabilizados pela morte do adolescente de 17 anos, seviciados com uma mangueira de compressor de ar. O jovem morreu na tarde de ontem. Populares revoltados incendiaram o local onde ocorreu o fato.

Oitava:

65 “Marajás” do serviço público da Prefeitura de Campo Grande devem perder os privilégios gerados pela Lei-Complementar nº 101, criada pelo Auditor Fiscal Sérgio Lorenzetto e sancionada pelo ex-prefeito Nelsinho Trad. A lei é ilegal porque vincula salários com a receita, tornando a classe uma espécie de “sócia” da nossa prefeitura, gerando salários que ultrapassam os “duzentos” mil reais mensais.

Nona:

Ir à uma UPA em busca de atendimento necessita hoje de muita paciência. A Santa Casa e o Hospital Regional só estão recebendo doentes enviados pela Central de Regulação, potencializando a procura nos postos de saúde. Com a demanda aquecida o atendimento está lento e há falta de remédios. É a herança maldita deixada pelo Alcides Bernal ao povo que acreditou nele.

Décima:

Dizem que o ex-prefeito de Corumbá Paulo Duarte, está cotado para assumir o lugar que será abandonado pelo deputado federal Márcio Monteiro, na Secretaria de Fazenda. Monteiro – primo da Golberiza – vai voltar para Brasília para pressionar o governador a nomeá-lo para assumir a vaga da prima no Tribunal de Contas. Elizeu Dionízio já está se preparando para ficar no sereno. Há uma revolta pela “sacanagem” que estão fazendo com Elizeu. Isso mostra que os “Tucanos” não respeitam sequer a própria cria.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários