As Dez Mais

Terça-feira, 12 de Junho de 2018.

Primeira:

O Bitcoin pregou mais um belo susto nos seus investidores. Teve uma queda espetacular deixando todo mundo em polvorosa novamente.

Segunda:

Amanhã – 13 de Junho – será o Dia do Padroeiro de Campo Grande. Feriado que cai no meio da semana. Quinta e sexta a vida segue normal.

Terceira:

O governador Azambuja perdeu outra grande chance de fazer uma “média” com o funcionalismo. Nos dias que a Seleção jogar, se for pela manhã haverá expediente à tarde e vice-versa.

Quarta:

O Governo do Estado fez ontem uma das maiores entregas de máquinas da história deste Estado. Teve gente exagerada que disse ter sido a maior entrega de máquinas do Planeta, só menor que aquela feita por Anastásio Somoza, ex-ditador da Nicarágua para lavoureiros do Paraguai, quando fugiu da Nicarágua.

Quinta:

Mas a entrega teve um componente político: a emenda era do deputado federal Dagoberto Nogueira, do PDT, mas a presença de Alcides Bernal incomodou Dagoberto que dizem ter ficado numa ciumeira danada.

Sexta:

Dagoberto é candidato a reeleição do candidato Odilon de Oliveira. Já Alcides Bernal é o candidato a deputado federal do governador Reinaldo Azambuja. Rolou ciumeira danada na entrega de tratores e máquinas agrícolas. Dagoberto trocou olhares fuzilantes com Bernal. Uma provocação política sutil do PSDB.

Sétima:

O assassinato do gerente de segurança da Assembléia Sgt. PM. Figueiredo continua um mistério a ser desvendado. Dizem que os pistoleiros estiveram estudando o trajeto da vítima por vários dias no bairro Universitário. O carro usado na pistolagem foi incendiado. A motivação do crime até agora é um mistério.

Oitava:

A quimioterapia para câncer de mama está sendo descartada pela ciência. Nos Estados Unidos são detectados 260 mil casos por ano, dos quais 60 mil não precisarão mais ser tratados por quimioterapia. No Brasil 60 mil mulheres são diagnosticadas com a doença, das quais 15 mil estarão livres do tratamento quimioterápico.

Nona:

Não é verdade que a campanha do ex-juiz Odilon de Oliveira, pré-candidato a governador pelo PDT, não tem recursos. É a única estrutura de campanha que está gastando dinheiro. Contratou Paulo de Tarso, um dos marqueteiros mais caros da atualidade; Uma equipe grandiosa especialistas em mídias sociais e a Free Produções de Sorocaba-SP. Locou mais de 30 veículos e firmou contrato com os três maiores Institutos de Pesquisa deste Estado. Nenhuma das outras campanhas possuem esse nível de estrutura.

Décima:

E a demonstração de dinheiro não termina aí: Dias 8 e 9 o PDT promoveu um Workshop no Resort Hotel Fazenda do Lago, na Chácara das Mansões. Trataram sobre: campanha digital, lei eleitoral, montagem de rede para distribuição de conteúdo e monitoramento. Por lá estiveram 140 pessoas. A pré-campanha ‘pedetista’ está instalada num moderno prédio de 3 pavimentos na Barão de Melgaço e todo o sistema de tecnologia opera numa residência no Monte Líbano. O PDT é o partido mais endinheirado da eleição deste ano.

Meus amigos:

Aniversariantes do dia: Lidiane Kober, Chefe de Comunicação da Prefeitura de Campo Grande; a belíssima Melissa Cappi e a sempre sorridente Gisele Furquim.

Comentários

Comentários