As Dez Mais

Quarta-feira, 9 Maio de 2018.

Primeira:

A fazenda de José Carlos Bumlai, no Pantanal foi colocada à venda. Preço do imóvel: R$ 1 bilhão de reais.

Segunda:

Pela primeira vez a UFMS tem mais cursos que alunos. Só 57% das vagas foram preenchidas. Isso mostra que a variedade de cursos sem sentido não está mais atraindo ninguém.

Terceira:

O MDB rompeu com o PSDB saindo da base aliada do Governo na Assembléia. A campanha começa ser delineada e a candidatura de Puccinelli se firma. Dizem que está por vir a fase do “bateu, levou”.

Quarta:

Covardia aquilo que fizeram ontem com o juiz Odilon de Oliveira nas redes sociais. Ao mesmo tempo isso mostra que a campanha política deste ano será uma das mais violentas dos últimos anos. Do pescoço pra baixo vai ser tudo considerado como ‘canela’.

Quinta:

Voltando a falar do “xerifão” a entrevista dele ontem numa rádio local, dizendo que a Ditadura Militar foi boa fez, certamente, o fundador do PDT se revirar no túmulo. Leonel Brizola foi perseguido, massacrado pelo Golpe Militar, mas sobreviveu.

Sexta:

Dia 1º de julho da Difusora/FM-101.9 festeja seu 1º ano nas ondas de Frequência Modulada e inaugurou uma nova maneira de fazer rádio. Fundada a 77 anos atrás, a nova rádio continua dando show de modões, informações e anunciantes satisfeitos.

Sétima:

O vereador Junior Longo comprou a briga pela volta do Hospital da Criança. Sua luta é pela concentração num só lugar pelo atendimento pediátrico. Uma luta “santa” em se tratando desse tipo de atendimento que tem desesperado os pais com esse caos na saúde.

Oitava:

O Consórcio Guaicurus tem reduzido criminosamente o número de ônibus nos bairros e vilas. Está tirando “água de pedra” com atitudes hostis contra usuários e seus próprios motoristas. Alguém precisa tomar alguma providência.

Nona:

A prisão de Edson Giroto, João Amorim e outras pessoas não surpreendeu ninguém. Advogados acreditam que o “objeto” da prisão já tenha se perdido e que o STF revogará as prisões em breves dias.

Décima:

A Justiça estadual mandou bloquear bens daquela quadrilha da Minerworld, tantos quanto bastem, desde que atinjam R$ 300 milhões de reais, para ressarcir os prejuízos dado a “investidores” que foram atraídos com a falsa promessa de ficar rico. Os ‘cabeças’ da quadrilha continuam no xilindró.

MEUS AMIGOS:

Juan Pablo Correa Gossweller: presidente da Associação dos Notários e Registradores do MS, nossa querida ANOREG, Ailton Ferreira, Jamilson Name, Marcão da TopMidia, Paulo Catanante do IBRAPE, Adãozinho da Graça, Moacir de Castro Jorge, Dr. Alessandro Falchembach, Marcos Silva: um dos 130 selecionados entre 4 mil pessoas para o RenovaBr, Dr. Marcelo Salomão, Amarildo e esposa do Restaurante Ki-Delícia. Nicole Mandetta, Dr. Humberto de Matos Benites Dr. Rogelhinho Massud, Michel Ferzelli e Dr. Edil Afonso Albuquerque Junior aniversariantes do dia.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários