As Dez Mais

Quinta-feira, 22 de março de 2018.

Primeira:

Mega-sena acumulou novamente. Sábado o prêmio será de 25 milhões. Resultado de ontem: 16 – 20 – 23 – 29 – 35 e 47. Façam suas apostas.

Segunda:

Os deputados “emedebistas” estão prontinhos para desembarcar da base aliada do governo. Esperto, Azambuja colocou todo mundo no chamado “modo avião” para conservá-los até o momento do descarte.

Terceira:

O Fórum dos Servidores tem tentado falar com o governador, mas ele continua sem querer falar no assunto: aumento para o funcionalismo. A data-base é dia 1º de Maio. Se não houver conversa e nem aumento, todas as categorias irão à greve.

Quarta:

O Ministério Público Estadual mandou o Governo do Azambuja demitir Vanildo Neves, irmão do presidente do Tribunal de Contas Waldir Neves. Ivanildo – segundo o MP é “ficha suja”, portanto “impedido” de exercer qualquer função pública.

Quinta:

Um traficante de Cambé, no Paraná que está preso em Campo Grande, é apontado como chefe de uma quadrilha que estava sendo comandada por celular. Segundo os serviços de investigações da PM e da Civil, três quadrilhas disputam entre si pontos e distribuição de drogas em Cambé, retroalimentando o crime com outros crimes como roubo de carros, roubo a residências, homicídios e corrupção de menores.

Sexta:

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) continua distribuindo os 50.000 kits escolares na Rede Municipal de Ensino. Em abril a REME vai receber e distribuir os uniformes de inverno.

Sétima:

Um balanço de 2017 publicado no DIOSUL mostra que Reynaldo – o terceiro – fechou o ano com um déficit de 1,8 bilhão, que seria o faturamento de “dois meses” do Governo do Estado. O funcionalismo inchou 23%. As coisas lá pelas bandas da Governadoria continuam no vermelho.

Oitava:

Todas as atenções estão voltadas hoje para o STF. Será julgado o “HC” preventivo do ex-presidente Lula condenado a 12 anos e 1 mês de prisão. Se algo der errado Lula poderá ter sua prisão decretada pelo juiz Sérgio Moro.

Nona:

Motorista do Transporte Coletivo se distraiu ontem com uma passageira passando pela catraca e bateu o coletivo contra um caminhão que estava estacionado. Nove pessoas ficaram feridas levemente. Aquela advertência de não falar com o motorista continua valendo.

Décima:

Quem está sem lenço e sem documentos é o deputado federal Elizeu Dionízio. Ele pulou tanto de partidos que agora nem sabe para onde ir. Dizem que Elizeu está “doidinho” para cair nos braços do Bolsonaro, mas também dizem que Bolsonaro “agradece” à esse tipo de político.

MEUS AMIGOS:

Sandro, Walmir, Gledson, Felipe e Claudemir da Nação Chevrolet; Dr. Ésio Melo Monteiro, advogado; Dr. Augusto Cézar, presidente da JUCEMS; Carlos Alberto de Assis que está preparando sua tradicional feijoada ‘Tamos Juntos’; Jocélia Ceolin do Deptº Financeiro da Casa Certa Materiais para Construção, no Nova Lima; Vitor Yoshihara– Assessor de Comunicação da Câmara Municipal; Walfrido Ferreira de Azambuja Jr, Padre Leandro e Caroline Siufi, aniversariantes do dia.

Amanhã eu volto!

Fuuuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários