As Dez Mais

Sexta-feira, 6 de Julho de 2018.

Primeira:

Manhã abençoada. Fizemos uma campanha pela FM-101.9 em benefício do Jor. Jota Menon, que contraiu câncer de garganta. Em 50 minutos foram vendidos 158 convites para a Feijoada que está sendo feita para ajudá-lo. Uma arrecadação de R$ 4.740 reais, ou R$ 94,80 por minuto. A todos que colaboraram nossos agradecimentos.

Segunda:

Os cruzamentos da 13 de Junho com a Eduardo Santos Pereira e com a Pernambuco apresentam recorde de batidas. Cruzamentos carentes de sinalização, que somados à falta de educação no trânsito resultam em acidentes inacreditáveis e espetaculares.

Terceira:

Parou tudo. Prefeitura e Governo do Estado não funcionam hoje à tarde. Só segunda-feira tudo voltará ao normal. É a Copa do Mundo, ou como dizia o poeta: “É a Pátria de chuteiras”.

Quarta:

Puccinelli viajou ontem para Sidrolândia. Com toda essa correria ele continua guardando um segredo que será revelado apenas na Convenção do MDB, próximo dia 21 na Associação Nipo-Brasileira: O nome da vice. Sabe-se que será uma mulher da cidade de Dourados e nada mais.

QUINTA:

Todo mundo apoiou a “Greve dos Caminhoneiros” e quem tomou a ‘fubecada’ foi o povo. A gasolina que era muito mais barata, aumentou de preço devido à escassez e não voltou mais ao preço normal. Outra greve de caminhoneiros vai matar o povo e não a Petrobras.

Sexta:

Ciro Gomes vem aí para lançar a campanha do pré-candidato Odilon de Oliveira do PDT. O ex-juiz resistiu como pode a se abraçar com o candidato a presidência do partido, mas nadou, nadou e morreu na praia. Ou Odilon se abraça com Ciro e carrega nas costas o Dagoberto Nogueira ou o partido lhe negará a legenda para concorrer como candidato a governador.

Sétima:

Segunda-feira vamos sentir o primeiro frio de inverno. A temperatura começa a cair hoje segundo o Inmet. Campo Grande terá mínima de 14 graus e máxima de 19.

Oitava:

Enquanto todo mundo está se matando para fazer campanha e chamando a atenção com notícias aqui e acolá, o PSDB segue impávido percorrendo o interior “debaixo de um quieto” no melhor estilo mineiro. Isso se chama “comer quieto”. Podem vir novidades por ai…

Nona:

A OMEP sustentava uma parentalha ligada à sua presidente que chegou a assustar até os investigadores do GAECO. Era mãe, pai, filhas, filho, netas e netos. Como diz o Grilo “Aquilo mais parecia um cordão de caranguejos”. Essa turminha braba merece mesmo cadeia.

Décima:

Hoje é dia de torcer pelo Brasil. A Bélgica tem um bom futebol, mas segundo analistas “não é melhor que o da nossa Seleção”. Tomara mesmo, porque voltar pra casa não está nos planos do nosso selecionado.

Chicotada do dia!

O roubo de cabos nas avenidas desafia as nossas autoridades. Acredita-se que esteja existindo uma “indústria” desse tipo de roubo. Pior é que alguém deve estar lucrando com essa roubalheira, porque sabem que vão roubar os cabos, deixam o povo na escuridão, recolocam o que foi roubado e não tomam providências para impedir o roubo. Alguém deve estar gostando dessa brincadeira.

Meus Amigos!

Darlan Briato, Dra. Keyla Falcão, Paulo Cavalheiro. Aniversariantes do dia: Dr. Milton Nakao, Nabia Maksoud e deputada federal Tereza Cristina Corrêa da Costa.

Segunda-feira eu volto.

Fuuuuuuuuuuuuuuuui

Comentários

Comentários