As Dez Mais

Quarta-feira, 11 de abril de 2018.

Primeira:

O Partido progressista que andava na capanga do Antônio Cruz, agora anda na “boroca” do Alcides Bernal. O partido acaba de perder seus 18 vereadores que cruzaram os braços quando descobriram que o PP foi “vendido” ao PSDB como partido de aluguel.

Segunda:

Bernal está com seus direitos políticos cassados por 8 anos, mas mesmo assim insiste em ser candidato a deputado federal, sabendo que não tem a menor chance. O próprio ministro Fux do TSE, disse que “nenhuma cassação de direitos políticos será reformada”. Politicamente falando Bernal não tem a menor chance.

Terceira:

O PP foi alugado para o PSDB tornar candidato Jerson Claro e o ex-BBB Fael. Este último é filho de mãe prefeita na fronteira, ex-funcionário da Casa Civil do Azambuja, e dono de poucos votos. A política “azambujana’ está caminhando nesse nível.

Quarta:

Falando em caminhada o PSDB diz hoje na imprensa que o ex-secretário de Obras Marcelo Migliolli ainda não se mostrou digno de ser candidato ao Senado. O partido diz que Migliolli ainda terá que provar seu valor. Isso indica que a unção do partido lhe foi prometida, mas ainda não lhe foi dada.

Quinta:

O PSDB continua alimentando a esperança de se unir ao MDB de André Puccinelli para a eleição deste ano. Acontece – e o próprio Azambuja sabe disso – que depois do jogo bruto que fizeram com a Família Puccinelli, a candidatura de André é sem volta. E o que é pior: É hoje o MDB gravita na Assembléia em torno da base aliada do Azambuja por estratégia política e não por afinidade.

Sexta:

Um político influente do DEM pediu ao ex-governador André Puccinelli (MDB) para que não fosse à solenidade junto com o presidente nacional do partido Rodrigo Maia. André teria dito em resposta ao amigo que “Não poderia atende-lo, afinal, era ele quem iria recepcionar Rodrigo Maia no aeroporto”.

Sétima:

Um avião de instrução noturna de escola de pilotagem atropelou uma capivara ao decolar do Aeroporto Internacional. Felizmente apenas danos materiais de pequena monta. A capivara morreu.

Oitava:

A mini-caravana da Saúde onde o Governador tenta fazer dela um palanque eleitoral em nossa Capital está com dificuldades de arrastar deputados estaduais atrás de si. Os poucos que estão comparecendo estão “gazeteando” a presença nas sessões plenária. Os “tucanos” nem se importam de tentar tirar vantagem da saúde do povo com uma caravana que passa e deixa atrás de si mutilados e doentes.

Nona:

Por brincar de mudar de partido a vereadora Enfermeira Cida poderá perder sua vaga na Câmara. Não se sabe sob orientação de quem, mas ela mudou na hora errada. Há decisões claras sobre isso. Se Cida não voltar atrás, poderá perder o cargo na Câmara de Campo Grande.

Décima:

Pegou mal para o governador ir à churrascada em Nioaque na inauguração do Frigorífico BXB FOODS. Os “donos” desse novo “velho” empreendimento são contumazes sonegadores de impostos estaduais e federais e já tiveram até prisão decretada pela Polícia Federal. E tem mais: Para passarem incólumes desta vez, mentiram os próprios nomes à imprensa. Uma foto dessa em plena campanha de reeleição é tri-nitroglicerina pura.

MEUS AMIGOS:

Publicitário Isaac de Oliveira; Vereador André Salineiro e Dr. Yoahio Higa: aniversariantes do dia. Proprietários e funcionários do Depósito L.A do Carandá Bosque; Professor Juca Junior e esposa; Juares e Kátia ouvintes da 101.9 em São Paulo, Capital pela RadiosNet; Ex-vereador Edil Albuquerque. Desembargador Dr. João Batista da Costa Marques; Mj Penrabel, dos Bombeiros; deputado Jorge Takimoto e Vereadora Dharleng Campos.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários