AS ‘DEZ’ MAIS

Quinta-feira, 16 de junho de 2016.

1ª)

Noite de ‘cão’ na fronteira. Mataram o narcotraficante Jorge Rafaat. Usaram uma metralhadora de guerra ‘ponto 50’ que fura tanques e até derruba aviões. Rafaat estava num veículo super-blindado que não agüentou a artilharia.

2ª)

As rádios de Pedro Juan Caballero transmitiram o tiroteio e pediram ao povo para que não saíssem às ruas. O clima de medo tomou conta da fronteira. Contabilizadas várias vítimas fatais ligadas aos dois lados do narcotráfico.

3ª)

Rafaat era um misto de empresário com bandido. Dizem que possuía um efetivo de 500 homens que faziam sua segurança. Dizem que a briga começou com o seqüestro do Luan Pavão, filho de outro temido narcotraficante. Estão previstas mais mortes.

4ª)

O que aconteceu em Pedro Juan Caballero fez os acontecimentos de Caarapó virar ‘brincadeira de criança’. A propriedade disputada entre índios de fazendeiros continua interditada e o clima é de muita tensão. Ontem na Câmara Federal a deputada Tereza Cristina culpou o governo federal pela luta fratricida em nossos campos.

5ª)

Depois que querer fazer o poder dançar ‘miudinho’ nas suas mãos, agora é o procurador-geral da República Rodrigo Janot que precisa estar bem firme na cadeira, porque vão tentar fazê-lo provar do mesmo veneno. O presidente do senado, Renan Calheiros, vai avaliar o pedido de advogadas que querem o ‘impeachment’ de Janot.

6ª)

A Polícia Civil já sabe que o assassinato do policial Aquiles Chiquin Júnior, em Paranhos, foi uma retaliação do crime organizado. Os traficantes quiseram demonstrar força e intimidação ao Estado, e viraram “donos” de Paranhos e de Yphejú, no Paraguai. Isso até que a polícia não dê sua resposta.

7ª)

O governador Reinaldo Azambuja assinou ontem a ordem de serviço para terminar o Hospital do Trauma em Campo Grande. Ele desafogará as enfermarias da Santa Casa que atende hoje as vítimas do trânsito, em sua maioria motociclistas. Diariamente a Santa Casa faz cerca de ‘dez’ amputações.

8ª)

A ASSETUR precisa de dar uma resposta rápida aos moradores das Moreninhas. Eles reclamam que o Terminal fica desativado nos finais de semana ocasionando problemas aos que fazem uso do transporte coletivo. O vereador Chiquinho Teles prometeu tomar providências.

9ª)

O desembargador Cláudio Bonassini virou a ‘bola da vez’ dos comentários políticos. Seu silêncio assustador sobre o malfadado relatório da Coffee-Break, pode resultar em pauladas pros dois lados. Ou ele acusa os vereadores e políticos denunciados, ou isenta todo mundo por falta de provas e derruba o prefeito reconduzido do cargo.

10ª)

Nos meios políticos correu conversa ntem que o ex-governador André Puccinelli (PMDB) poderá ser a salvação da lavoura em relação ao partido se aceitar sair candidato a prefeito. Não é que ele seja eleito, mas é que sem alguém forte para puxar votos o PMDB corre o risco de se desintegrar e não fazer nenhum vereador na eleição deste ano. Márcio Fernandes, o pré-candidato do PMDB, está tão fraco nas pesquisas que poderá ter votação de vereador.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários