As ‘dez’ mais

Benedito de Paula Filho

Quinta-feira, 21 de julho de 2016.

1ª)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) mandou suspender a cobrança da taxa de vistoria veicular para  carros acima de 5 anos de uso. A medida começou valer a partir de hoje.

2ª)

A Câmara suspendeu a cobrança da Taxa de Iluminação Pública – a COSIP – que vinha sendo cobrada sem que a prefeitura honrasse os serviços. Durante 6 meses essa taxa não poderá vir na nossa conta de energia. Essa é uma excelente notícia.

3ª)

Quem embarcou no sonho da casa própria prometida por esse prefeito incompetente pode ir tirando o ‘cavalinho da chuva’. Já se passaram 90 dias e a promessa não saiu dos alicerceres. O serviço parou porque a prefeitura não paga os pedreiros. Esse ‘é’ o jeito do reconduzido conduzir a cidade.

4ª)

Depois de procurar ‘chifre na cabeça de cavalo’ por diversas vezes aprontando confusão, agora a Nilmara Caramalac achou. Descobriram que ela usou indevidamente o nome de certa entidade de classe para tentar dar credibilidade em suas denúncias frágeis. O rolo está feito. Agora ‘guenta’.

5ª)

Finalmente a Justiça Federal chegou na porta da caverna que abre todos os segredos das falcatruas do governo Puccinelli. O bloqueio de bens do empresário Mirched Jaffar Jr., dono da Gráfica Alvorada é considerado o ‘Abre-te Sésamo’ ou a ‘caixa preta’ das maracutaias. Dizem que ele estaria pleiteando delação premiada. Se isso for verdade, vai ter muita gente na cadeia.

6ª)

O TSE publicou ontem os limites para gastos na campanha deste ano em todo o País. Em Campo Grande candidatos a prefeitos não podem ultrapassar os 6 milhões e os candidatos a vereadores 600 mil. Campanha magra exige candidatos preparados para botar o pé no chão. Fora disso é esperar pelo pior nas urnas.

7ª)

O prefeito de Coxim Aluizio São José, do PSB, colocou a cidade no noticiário nacional. Foi o primeiro município do Estado a colocar iluminação de ‘lead’ nas vias urbanas. Foram aplicados 2,5 milhões em recursos próprios, tornando a avenida Virgínia Ferreira no mais novo cartão postal da cidade.

8ª)

Os projetos do ‘Rede Solidária’ da vice-governadora Rose Modesto estão atrasados. Alguma coisa aconteceu que ela não conseguiu inaugurá-los na data prevista. Como ela é pré-candidata a prefeita de Campo Grande, depois do dia 10 não poderá mais comparecer às inaugurações para não ferir a lei eleitoral. Uma pena.

9ª)

Sabem essas propagandas mentirosas feitas por Alcides Bernal dizendo que fez, mas que na realidade é só propaganda?… Pois é, estão proibidas por ordem do Ministério Público. Toda a propaganda oficial dessa administração que não saiu do chão estão vetadas. Nem banners nas entradas das creches pode mais. A farra da propaganda enganosa acabou.

10ª)

Ontem, um estudante foi desviar de um buraco e acabou caindo no córrego Anhanduí, no cruzamento da Ernesto Geisel com a Mascarenhas de Moraes. Alex Inácio da Silva, de 22 anos, por sorte sofreu somente ferimentos leves. Os buracos em nossas vias públicas estão acabando com veículos, ocasionando acidentes, mortes e prejuízos à população. E imaginar que o lema da administração de Bernal é “O povo em primeiro lugar”.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários