As ‘dez’ mais

Quarta-feira, 20 de julho de 2016.

1ª)

A 3ª Vara da Justiça Federal mandou bloquear bens do ex-governador André Puccinelli (PMDB), numa ação por lavagem de dinheiro. O montante é de 45 milhões.

2ª)

Companheiros acham, que por conta desses rolos é melhor Puccinelli ficar longe do PMDB, para que isso não acabe respingando no partido, que já colocou ‘gosto ruim’ na aproximação com o PSDB. Há informações que o PMDB pode ir ‘de graça’ com o PSD.

3ª)

Vai ser difícil do Bernal escapar da banca de advocacia do Dr. Evandro Bandeira. Isso porque Bandeira é um estudioso, costuma ser meticuloso e cirúrgico em suas petições. Não se assustem se o Bernal deitar prefeito e acordar desempregado.

4ª)

O IMPCG está ‘feio das pernas’. Eles nunca atrasaram os pagamentos a seus fornecedores neste mês ainda não pagaram ninguém. As coisas por lá não estão nada boas.

5ª)

A Rumo ALL fez de novo mil promessas para o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), no sentido de reativar a ferrovia. A intenção é investir 1,9 bilhão e transportar 14,5 milhões de toneladas.

6ª)

Uma juíza do Duque de Caxias, no estado do Rio, mandou suspender ontem o aplicativo WattsApp. A criptografia do aplicativo que tornaram as mensagens seguras, não admite a bisbilhotice da polícia e nem da Justiça. Pensando mandar no mundo virtual ela suspendeu o aplicativo que ficou fora do ar por cinco horas.

7ª)

Em represália à suspensão os rackers ‘Annonymous’ derrubaram o site do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e ameaçaram derrubar todos os sites da justiça do Brasil, caso o aplicativo não fosse restabelecido. Pressionado, o ministro do STF, Ricardo Lewandovski, mandou restabelecer o ‘zap-zap’ para a alegria dos seus 60 milhões de usuários.

8ª)

O promotor da 30ª Promotoria do Patrimônio Público, Alexandre Capiberibe Saldanha, pediu o imediato afastamento de Alcides Bernal da prefeitura pela contratação irregular da Mega Serv, e pediu o ressarcimento de 1,7 milhão do montante que foi apurado pela CPI do Calote aos cofres municipais.

9ª)

Está todo mundo irritado com a liberação da tenente-coronel da Itamara Romero Nogueira, que matou o marido com dois tiros e continua insistindo que foi ‘legítima defesa’. Há quem diga que ela poderá sair livre dessa enrascada por dois motivos: 1º)Tem excelente advogado. 2º) Morto não fala.

10ª)

Por falta de criatividade e focados apenas na máxima de São Francisco do ‘é dando que se recebe’, vereadores de Campo Grande estão tentando criar o ‘Cheque Moradia’. Seria um subsídio habitacional. Se aprovado, seremos nós os pagadores da conta.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuuuui

Comentários

Comentários