As Dez Mais

Quarta-feira, 28 de Março de 2018.

Primeira:

Servidores da Saúde do Estado contestam as informações do Governador de que deu aumento de 33,23% para o funcionalismo. “Estamos revoltados com a informação ‘fake’ sobre aumento” dizem eles nas redes sociais.

Segunda:

O ex-senador Delcídio do Amaral foi ouvido pela Polícia Federal no inquérito que apura as denúncias da JBS envolvendo uma propina de 38 milhões, que segundo os donos do conglomerado frigorífico, teriam pago ao governador Azambuja. As declarações de Delcídio permanecem em sigilo.

Terceira:

A PF investiga um “trato” entre Delcídio e Azambuja de que “quem ganhasse pagaria a despesa de campanha do outro”.

Quarta:

Ontem Elizeu Dionízio (PSDB) saiu para o PSB. No novo partido Elizeu se aproxima de Puccinelli (MDB).

Quinta:

Puccinelli (MDB) confirma hoje que na sua ‘galera’ poderão estar também os partidos: DEM, PHS, PTdoB e PEN. Na barca do Puccinelli “sempre cabe mais um”.

Sexta:

A denúncia de Renato Katayama contra o secretário de Obras do Governo do Estado, Marcelo Migliolli, foi desmentida ontem. Katayama tinha crédito com Elídio Del Pino, e usou da denúncia para tentar anular a venda da propriedade vendida ao governo. A manobra não deu certo. Katayama poderá responder por injúria, difamação e calúnia.

Sétima:

E ATENÇÃO!

Murilo Zauith se filia hoje no DEM e deve assumir a presidência desse partido em nosso Estado. Recebe apoio total e irrestrito do presidente nacional do partido Rodrigo Maia, presidente da Câmara Federal e pré-candidato á Presidência da República. Murilo poderá ser a forte 4ª Via para o Governo de Mato Grosso do Sul. Ricardo Ayache (PSB) poderá ser convidado para ser o vice de Murilo.

Oitava:

As promessas de campanha começam ser cobradas. Pessoal de Taunay quer saber do acesso asfaltado prometido por Azambuja e nunca feito. Em Miranda a população espera a reforma dos dois hospitais há 3 anos. A cidade espera R$ 2 milhões para obras de asfaltamento que também nunca foram enviados.

Nona:

ATENÇÃO!

O empresário e dono da Riachuelo, Flávio Rocha, confirmou filiação no PRB. Deixará a presidência da Riachuelo até o final de abril. Vai disputar a Presidência da República. Sua primeira visita começará por Mato Grosso do Sul. Flávio é evangélico e o PRB é um partido vinculado à Igreja Universal. Flávio é um dos 10 homens mais ricos do Brasil, com patrimônio estimado em vários bilhões. Poderá gastar 10% da sua fortuna pessoal na campanha. Seu grupo empresarial possui fazendas na região de Bonito.

Décima:

O estelionatário gaúcho Luiz Coldebella, que dava golpe em grandes empresas, já foi grampeado e está atrás das grades, graças a um bom trabalho da nossa Polícia Civil. Ele foi preso no Residencial Dahma, onde estava morando. Só em uma empresa local ele preparou um “tombo” de R$ 600 mil reais.

MEUS AMIGOS:

Célio, da Casa Certa; Ricardo Ortiz, do Sindicato dos Radialistas; Dra. Isabela Albieri, advogada; Chico Maia da Zoom da Publicidade; Dra. Tânia Garib, ouvinte da FM-101.9 em Santos-SP pela Radiosnet; Alfredo Zamlutti Neto, pré-candidato a deputado federal em corumbá; Acir da Farmácia; Alci da Costa Leite ouvinte da 101.9 em Sorocaba-SP, pela RadiosNet.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários