As ‘dez’ mais

Sexta-feira, 04 de Novembro de 2016.

(Faltam 51 dias para o Natal)

Primeira:

O “tucano” André Salineiro considerado o “Rei do Voto” para a nossa Câmara, tropeçou feio na sua prestação de contas e caiu nas malhas da Justiça Eleitoral. A imprensa escrita de hoje, diz que ele poderá nem assumir a vaga por irregularidades cometidas.

Segunda:

Salineiro se assumir, já irá chegar à Câmara com a “bolinha” baixa. Pessoas que fizeram doações à ele não teriam o ‘estofo’ financeiro necessário, e nesses casos, a Justiça Eleitoral é dura e inflexível, podendo entender que houve ‘lavagem de dinheiro’ e ‘caixa dois’ do candidato.

Terceira:

Na reta final da campanha Salineiro quis aprontar “uma” para o candidato Marquinhos Trad (PSD), mas o tempo se encarregou de desnudá-lo, e o que se pode dizer hoje, é que pretenso acusador está enroladissimo diante do quadro que se apresenta na sua prestação de contas.

Quarta:

Marquinhos Trad (PSD) estará viajando na terça-feira para Brasília. Manterá agenda com vários ministros visando seu novo mandato em nossa prefeitura. O futuro prefeito quer apoios, verbas federais e projetos capazes de fazer a nossa cidade voltar a andar.

Quinta:

Os artistas que tanto defenderam Alcides Bernal, ontem declararam guerra ao reconduzido e não o deixaram trabalhar protestando, fazendo buzinaço e outras peripécias. Estavam cobrando cachês que foram contratados e nunca pagos.

Sexta:

Quem está sumido depois da derrota do seu líder é o ex-vereador Paulo Pedra. Em tudo o que se meteu depois do cartório, tomou tinta. Tentou ser vereador e acabou cassado; tentou ser secretário de Governo do Bernal e o prefeito nem chegou ao segundo-turno. Dizem que agora ele é visto esporadicamente na “chiparia” que montou pra filha. Se colocar a mão na massa é capaz de falir o local.

Sétima:

A redução de secretarias e a demissão de comissionados é a tônica de hoje do governo estadual. Serão cortados 2.400 cargos comissionados. A Secretaria de Governo irá se fundir com a Casa Civil. Essa é a mudança mais preocupante. Já corre uma bolsa de apostas para saber quem fica: Se Eduardo Riedel ou Sérgio de Paula.

Oitava:

Estão livres como pássaros os cinco fazendeiros presos por ataque a indígenas em Caarapó. Entre eles está o fazendeiro Nelson Buanain Filho. Ele é filho do ex-deputado Nelson Buainain, já falecido. Ele e seus companheiros ganharam no STF o direito de aguardar o julgamento em liberdade.

Nona:

Tem reclamação hoje na imprensa contra o Cemitério Parque das Primaveras, que já foi um primor em qualidade de serviços e atendimento ao público. A colocação de funcionários ‘pegos à laço’ criou problemas com pessoas que tentaram visitar seus mortos no dia de Finados. Uma lástima.

Décima:

Moka e Pedro Chaves querem continuar preenchendo as duas vagas no Senado em 2018, mas começam surgir novos interessados: Nelsinho Trad, Alcides Bernal e até André Puccinelli prometem entrar na disputa. Será uma concorrência na base da ‘politicofagia’. Quem puder “come” o outro. Nesse quadro, prognosticar o futuro será impossível.

Segunda-feira eu volto.

Fuuuuuuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários