As Dez Mais

Quinta-feira, 22 de novembro de 2018.

Primeira:

Aprovado no Senado e também deverá passar na Câmara Federal um projeto que aprova a multa de 50% aos que compraram imóvel na planta e não estão conseguindo pagar as prestações. Se você está pensando em comprar imóvel na planta, fique atento.

Segunda:

Presa a cafetina que matou ex-superintendente de Gestão da Secretaria de Fazenda no governo do MDB. A história que ela contou parece estar ‘mal contada’. Tem gente dizendo que pode ser queima de arquivo.

Terceira:

A cafetina tem tanto prestígio, que na coletiva de ontem nem foi apresentada à imprensa. Também não disseram o nome do motel onde aconteceu o crime. Como dizia a Tia Laura: Nesse angu tem caroço.

Quarta:

No Marrocos uma mulher matou o marido com quem convivia há 7 anos, desossou o cadáver e fez um prato tradicional da culinária Saudita, passando a servir de graça para os seus amigos. O crime foi descoberto pelo irmão dela.

Quinta:

O Presidente Trump achou normal e deu razão ao príncipe saudita que mandou matar o jornalista Jamal Kashoggi, que descia a ripa na família real. Trump disse que o deslize cometido pelo príncipe é perdoável, e que não irá punir a Arábia Saudita porque ela vende petróleo barato para os Estados Unidos em troca de armas.

Sexta:

Clima tenso na formação do novo governo do presidente Bolsonaro. A bancada evangélica “queimou o pé’ com a nomeação do Ministro da Educação. Nota-se um “climão” entre os bolsonarianos históricos e os ‘nutella’. É assim mesmo. No fim, entre mortos e feridos salvam-se todos.

Sétima:

O traficante Marcelo Piloto, que foi extraditado do Paraguai para o Brasil, e que já está recolhido na Penitenciária Federal de Catanduvas, conseguiu consorciar Comando Vermelho e PCC para fazer um roubo multimilionário em Ciudad Del Leste, no Paraguai. Outra informação é que ele teria intenção de matar duas mulheres para continuar preso em Assunción.

Oitava:

A Polícia Federal está fazendo uma operação contra o tráfico internacional de drogas nos seguintes estados: MS, SC, RGS. Um chefão do cartel que faturou R$ 2 milhões em drogas tinha uma arma banhada a ouro. Ele está preso. Foram expedidos 35 mandados de prisão, 11 cautelares e 46 de busca e apreensão. Aqui no estado, um suspeito de Ponta Porã não foi localizado.

Nona:

Outra operação ‘Luz da Infância’ está sendo desenvolvida no Brasil e na Argentina, e visa prender pessoas que lidam com pornografia infantil. No Jd. Tijuca prenderam um jovem de 21 anos com fotos pornográficas de adolescentes e crianças. Em Indubrasil também prenderam um técnico de laboratório, também envolvido com esse tipo de pornografia.

Décima:

O Programa ‘Mais Médicos’ firmado entre o Brasil e Cuba, rendeu a ditadura cubana R$ 7,1 bilhões. Esse faturamento correspondeu a 70% do salários dos médicos-escravos enviados da ilha para o Brasil. Um absurdo em pleno século 21.

CHICOTADA DO DIA!

Moradores do “Dahminha” estão na bronca por dois motivos: Quando saem, não conseguem cruzar a Marquês de Pombal com a José Nogueira e Vieira. O local precisa de um semáforo urgente. Quando voltam à noite para casa, enfrentam uma fila de mais de 100 metros para conseguir entrar no condomínio.

Meus amigos:

Vera Lúcia Amorim, presidente do Lions Club sul; Darlan Briato; Engenheiro Athanagildo De Oliveira; João do Açougue Koncarnes, que fabrica a mais famosa, deliciosa e inimitável linguiça de Maracaju deste Estado. Paulo Pedra que abriu na cidade a Rainha da Pizza, na Euclides da Cunha, 1.200.

Aniversariantes do dia!.

Nossa sempre querida Pimpa Arruda; Marie Rose Sleiman; Dra. Anamélia Wanderlei Xavier.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários