As Dez Mais

Terça-feira, 23 de outubro de 2018.

Primeira:

Reta final da campanha com debates acalorados. Ontem no DebateMidiamax o candidato a governador Odilon de Oliveira, do PDT, foi excessivamente agressivo, mas não conseguiu tirar do sério o governador Reinaldo Azambuja.

Segunda:

O mediador Eduardo Grillo encontrou dificuldades de serenar os ânimos da plateia no Debate. Em dados momentos chegou solicitar a intervenção da segurança para retirar do auditório os apoiadores mais inflamados.

Terceira:

O DebateMidiamax de ontem ficou descompensado. Odilon com respostas vazias enfrentou um governador bem preparado e munido com informações e números. No final a conclusão foi óbvia: Azambuja massacrou o adversário.

Quarta:

Hoje o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) foi o entrevistado do programa “Boca do Povo” na FM-101.9. Estava tranquilo e seguro nas suas respostas. Os telefones não pararam de tocar. Eram ouvintes agradecendo-o e lhe desejando feliz reeleição.

Quinta:

O PDT tem se mostrado contraditório em seus posicionamentos. Enquanto Odilon de Oliveira também deseja pegar uma “rabeira” na onda do Bolsonaro, o deputado federal do seu  partido, Dagoberto Nogueira, diz que “Bolsonaro não tem capacidade nem para administrar uma cidade do tamanho de Jaraguari.

Sexta:

Reinaldo Azambuja achou infeliz a declaração do deputado federal Dagoberto Nogueira, do PDT. Disse que o PDT é oposição a Bolsonaro e que o candidato a presidência desse partido é Fernando Haddad, do PT, que vem sendo escondido por Odilon.

Sétima:

Odilon ganhou um apoio indigesto: Carlos Marun, uma das figuras mais execradas desta República. O apoio conseguido pelo ex-juiz na Cela 17 colocou Marun no pacote do PDT do Dr. Odilon. Um “cavalo-de-tróia” que não precisava.

Oitava:

A campanha do ‘tostão’ contra o ‘milhão virou inverdade. Deveria ser a campanha do milhão contra o milhão. Na Pag. 3 do ‘Correio do Estado’ de hoje estão os números dos gastos dos dois candidatos ao Governo do Estado: Azambuja, R$ 3,6 milhões. Odilon R$ 1,8 milhão. Para o governo não existe campanha barata.

Nona:

Hoje é o ‘Dia da Aviação”. Em 23 de outubro de 1906, há 112 anos atrás, Alberto Santos Dumont fazia voar no Campo de Bagatelle, na França o primeiro avião. Aos aviadores de todo o mundo, o nosso abraço.

Décima:

Senta quinta-feira no banco dos réus o presidiário Reginaldo Soares da Silva, que há dois anos tentou assassinar envenenados 5 agentes penitenciários em nossa Penitenciária de Segurança Máxima. Ele misturou inseticida ao café e os agentes tomaram. Escaparam da morte por pura sorte.

CHICOTADA DO DIA!

Madame de marido que virou poderoso e que vivia no trecho Campo Grande/Brasília; e que depois de uns tempos deixou de vir para casa aos finais de semana alegando trabalho e contenção de despesa, foi flagrado antes da eleição de 1º turno pela própria esposa numa festa de arromba. Ela resolveu fazer uma visita surpresa ao maridão num final de semana, e lá chegando constatou o marido, os amigos dele e várias moçoilas, algumas inclusive com suas peças de roupas. Nem é preciso falar no que resultou essa surpresinha desagradável. Resultado do furdunço: o maridão não foi reeleito.

Meus amigos!

Ely Souza, da FM-Diamante, de Rochedo; João Rezende do Consórcio Gauicurús; Jonas da Dígito; Dr. Odir da Log Engenharia e Andrezão da ALS Transportes; Caetano e Vavi que hoje estão em Amsterdã ouvindo a 101.9 pela RadiosNet.

ANIVERSARIANTES DO DIA!

Ricardo Buchara, Cláudia Mazza Anache, Neida Gomes Machado, Ana Carolina Pimentel e Paulo Sérgio Hernandes.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuuuuuuuui

Comentários

Comentários