As Dez Mais

Terça-feira, 9 de abril de 2019.

Primeira:

Amanhã é quarta-feira, dia de duas novenas poderosas: A do Pe. Zé Maria no Santuário do Bom Jesus, na Rua Ângelo Cerenza, no Guanandi, ou a do Santuário do Perpétuo Socorro. Não percam. Fé remove montanhas.

Segunda:

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) tem sofrido críticas pontuais pelas obras do centro, mas a 14 – nossa principal rua de comércio – estava morrendo e foi salva da extinção. É necessário paciência, mas nosso Centro está sendo transformado num belíssimo shopping a céu aberto.

Terceira:

Acabou no Ministério Público a Era em que os inquéritos eram secretos e seletivos e o procurador-geral era sempre o ‘último a saber’. A Resolução publicada ontem acabou com a “farra” de alguns “xerifinhos” que faziam da profissão clamorosas exposições midiáticas desmoralizantes de pessoas e que no fim “acabava em nada”.

Quarta:

Apesar da Resolução publicada ontem pelo MPE, a Assembléia Legislativa trabalha hoje a Lei que corta as “asinhas” do Ministério Público. Os deputados não querem mais permitir que o antigo regime de terror contra os políticos se restabeleça em nosso estado. Com uma Lei a segurança é total. É aquele velho ditado árabe: Confie em Deus, mas amarre o seu camelo.

Quinta:

A Pecuária do Pantanal neste ano vai dar ‘mais lucro’ com ‘menos trabalho’. A cheia não veio; a arroba do gado subiu 5,8% rompendo a barreira de R$ 140 reais a arroba; e os fazendeiros pantaneiros não estão tendo o trabalho de tirar o gado para as pastagens mais altas. Na Nhecolândia o clima é de festa.

Sexta:

Como sonhar com a tal Rota Bioceânica se a estrada que demanda a Porto Murtinho não passa de um asfaltinho “casquinha de ôvo” que não aguenta o tráfego pesado?. Esse é o enigma da tão propalada ligação do Centro-Oeste com o Oceano Pacífico. A buraqueira na rodovia está colocando vidas em risco. Socorro Dnit.

Sétima:

Amanhã será a hora da verdade. Vamos saber à luz do Direito se o PRF. Ricardo Moon agiu ou não dentro da ética da sua profissão. Ele parou um empresário ‘baderneiro’ e ‘patoteiro’ que dirigia embriagado. Para fugir à ‘voz de prisão’ o empresário tentou atropelar e matar o policial, que atirou contra a caminhonete. Uma das balas infelizmente acertou o empresário que acabou morrendo no local.

Oitava:

Ricardo Moon sempre foi um cidadão e policial exemplar, mas passou por momentos de pura perseguição e constrangimento. Toda a verdade dos fatos acabou distorcida. O empresário que tentou mata-lo virou “anjinho” e o PRF virou o vilão da história. Amanhã o Tribunal do Juri vai repor a verdade e decidir se o PRF é culpado ou inocente.

Nona:

Na Rede Municipal de Ensino de Campo Grande, aluno que “matar aula” terá os pais avisados por aplicativo, SMS ou e-mail. A adesão é gratuita. O programa ‘Escola Avisa’ é um projeto que nasceu na Câmara e foi sancionado pelo prefeito Marquinhos Trad.

Décima:

Avisar os pais que o aluno está “cabulando aulas” já existe naa Rede Estadual de Ensino e que  funciona em 80% das 360 escolas estaduais sob o nome “Mira Aula”, substituindo o ‘Diário de classe’, facilitando aos professores no ato de chamada.

CHICOTADA DO DIA!

As viagens de prefeitos nessas “Marchas à Brasília” estão divididas em “três” partes: Os que vão pra trabalhar, os que vão para descansar e os que vão para farrear. Como sempre quem paga a conta são os contribuintes. Dias atrás apareceu a foto de uma “festa” de prefeitos interioranos numa “manjada” casa de quengas em Brasília e tem prefeito correndo até hoje da “patroa”. Isso a Globo não mostra.

ANIVERSARIANTES DO DIA!

Delegada Dra. Maria de Lourdes Cano; Nainzinho Dibo Neto; Elaine Chimzarian; Dr. Harley Galvão; Cineasta e ator Davi Cardoso e Nathália Maksoud.

MEUS AMIGOS!

Dr. Marcelo Salomão, do Procon Estadual; Minha irmã Zenilda, em Santos-SP; Profa. Juliana; Marcel Vilalba em Terenos; Sr. Dercídio, da Sesau; Sr. Wilson do estacionamento do Teatro Rubens Gil de Camillo; Meu amigo Gibim da Gráfica e Editora; Deputado Gerson Claro; Cris Navarro; Ver. Chicão de Corumbá; Rosa Pedrossian; Edil Albuquerque; D. Rosa Miyasato, de Bandeirantes.  

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuuuuuui

Comentários

Comentários