As Dez Mais

Quinta-feira, 18 de outubro de 2018.

Primeira:

Direção de escola de “bacanas” continua assustada com o caso do aluno que levou para dentro da sala de aulas uma arma e ao manuseá-la acabou atirando na própria perna. Pais estão inseguros de deixar seus filhos na escola. Descobriu-se também, que em matéria de segurança a escola é “zero”.

Segunda:

A Justiça Federal mandou bloquear R$ 16 milhões em bens do ex-prefeito Alcides Bernal, cassado pela Câmara Municipal por “improbidade administrativa”. O esquisito de tudo isso, é que quando Alcides Bernal saiu candidato a prefeito de Campo Grande não tinha um gato pra puxar pelo rabo. Esse enriquecimento repentino também precisa ser investigado.

Terceira:

Educação de qualidade é o que está fazendo a Escola Amarelinha/Colégio Yellow, sob o comando da Profa. Patrícia Fernandes. Trouxeram para o nosso estado o projeto ‘Teoria da Inteligência Multifocal’, do Dr. Augusto Cury. Isto sim é iniciativa que funde a nova escola particular à família e que produz excelentes resultados. Parabéns!.

Quarta:

Ponta Porã continua matando à média de uma pessoa por dia. Só ontem foram 3 assassinatos: duas jovens, cujos corpos foram desovados no lixão de PJC, mais a execução do piloto Mauro Parra, que mesmo estando numa caminhonete blindada foi alvejado a tiros de fuzil, tendo um dos braços arrancado pela bala. Parra morreu durante atendimento.

Quinta:

Outra execução assustadora foi a do ‘Playboy da Mansão’. Ele estava numa cachaçaria desta Capital, quando o pistoleiro chegou de moto e encheu a vítima de balas. Um crime desse, em pleno centro desta Capital, é uma afronta à segurança.

Sexta:

Pesquisa DataMAX de ontem, a 11 dias da eleição, e registrada no TREMS nº MS-03656/18 e Br-01950/2018, dá Reinaldo Azambuja (PSDB) com 52,8% e Odilon de Oliveira (PDT) com 47,2% dos votos válidos. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Sétima:

Pela DATAmax Reinaldo Azambuja (POSDB) oscila entre 49,8% a 55,8% vos votos válidos. Odilon de Oliveira oscila entre 44,2$ a 50,2% dos votos válidos. Foram feitas 1.036 entrevistas em 32 cidades. Se os números estiverem corretos, a distância que separa Azambuja de Odilon por essa pesquisa é de 2,53%. Impossível saber, pela DATAmax quem ganha e quem perde.

Oitava:

Meu Corinthians tomou ontem na sua própria casa, um 2 a 1 do Cruzeiro na Copa do Brasil. Perdeu 50 milhões de prêmio e a vaga da Libertadores. O Cruzeiro amanheceu hoje satisfeito e com as “burras” cheias. Nós, o povo corinthiano estamos aqui, de cabeça inchada.

Nona:

Junior Mochi (MDB), depois da derrota política como candidato a governador, voltou para a Assembléia limpando as gavetas e bastante nervosinho. Chegou dar uma “dura” nos deputados faltosos. Está brigado com Azambuja e não vai mais para o Tribunal de Contas. O destino de Mochi daqui pra frente é incerto e não sabido.

Décima:

Em Coxim, cidade do prefeito mais “caloteiro” deste país, o funcionalismo continua em greve por falta de salários. A crise administrativa se reflete no comércio da cidade. Ninguém quer mais vender “fiado” para funcionários públicos. Se não houver uma intervenção política urgente, não se sabe aonde essa crise vai parar.

CHICOTADA DO DIA!

Cartórios no Brasil estão com seus dias contados. Essa atividade que fatura 5 bilhões anuais, inventada pela vinda da Família Real para o Brasil privilegiando os “amigos do rei”, continuou criando uma casta de privilegiados que formam os homens mais ricos da República. Kim Kataguiri, do DEM, quer secar essa teta de onde emana ‘leite e mel’ aos borbotões. Esse negócio de ganhar dinheiro carimbando papéis e atestando que a assinatura é sua mesmo, pode estar com os dias contados. Eu acho é pouco!.

MEUS AMIGOS:

Dr. Oclécio Assunção, advogado; Laura Zauith, filha do amigo Murilko Zauith, candidato a vice-governador; Prof. Nivaldo Azevedo, do INA – Educacional. ANIVERSARIANTES DO DIA: A graciosa Mayara Marini Lopes; A simpática Edimárcia Dias, e nossa querida Anita amizo.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários