As ‘dez’ mais

Quinta-feira, 04 de agosto de 2016.

1ª)

Acontece logo mais a noite – a partir das 19 horas – a convenção do PSD, que irá lançar como candidato a prefeito de Campo Grande o deputado estadual Marquinhos Trad. Ele lidera as pesquisas de opinião pública e já colocou mais de 10 pontos sobre o prefeito reconduzido Alcides Bernal. O comitê está na Afonso Pena ao lado do Pátio Avenida, antiga Honda.

2ª)

O Ministério Público Federal virou o canhão para a Gráfica e Editora Alvorada. Ela está acusada pelo desvio de 8 milhões de reais em verbas federais no governo Puccinelli. O inquérito estava no Ministério Público Estadual, que declinou a ‘falta de competência’ e entregou o ‘pepino’ para a área federal.

3ª)

E já que estamos falando de ‘pepinos federais’ é bem possível que o Ministério Público Federal receba também o caso do irmão do ex-procurador chefe do Ministério Público Estadual, que escorregou na ‘Lama Asfáltica’. Se o desvio é federal, nada como transferir o ‘pepino’ para a área de competência “doa a quem doer”.

4ª)

Tem 20 prefeitos que não irão concorrer à reeleição. São eles: Zé Cabelo, de Ribas: Leonel Lemos (Leleco) de Bonito; Zé Henrique Trindade, de Aquidauana; Sérgio Barbosa de Amambai; Dalton de Souza Lima, de Corguinho; Maria das Dores, de Deodápolis; Heitor Miranda, de Porto Murtinho; Waldemar Campos, de Brasilândia; Juliana Almeida, de Miranda; Luiz Antonio Milhorança, de Angélica.

5ª)

Outros prefeitos que também jogaram a toalha: Hélio Sato, de Vicentina; Rogério Rosalin, de Figueirão; Nilcéia de Souza, de Cel. Sapucaia; Isabel Cristina, de Juti; Luiz Felipe Barreto, do Chapadão do Sul; Adão Rolim de São Gabriel D’Oeste e Yuri Barbosa, de Sonora.

6ª)

Pesquisa sobre ‘desempenho sexual’ dos jovens nos Estados Unidos, constatou que eles estão desinteressados em sexo e mais preocupados com as redes sociais, caça de ‘Pokémons’ e outras atividades. No Brasil a “coisa” também não está diferente. Juventude se esbaldando na cachaçada, música sertaneja, rolezinhos e zap-zap. Nada de sexo.

7ª)

Jogada ao ‘Deus dará’ e sem investimentos em novas moradias populares devido a inércia da administração de Alcides Bernal na prefeitura, Campo Grande começa a ser sitiada por favelas. A mais nova está na Vila Romana, saída para Terenos, com 123 famílias, inclusive com vários indígenas morando em condições precaríssimas. Para uma Capital que chegou ostentar o título de ‘sem favelas’ o quadro atual é de abandono.

8ª)

Alcides Bernal ganhou ontem o título de ‘Rei da Bicaria’. Publicou ter em caixa quase 400 milhões, mas esqueceu de dizer que: R$ 60 milhões é da COSIP, que ele cobrou dos campo-grandense sem nunca trocar uma lâmpada, e que o restante não paga o ‘calote’ que ele deu em fornecedores da prefeitura. O ‘reconduzido’ engana os pobres que votaram nele, e de uns dias para cá, passou a fazer pequenas obras apenas nos bairros ricos desta Capital, deixando a periferia a ver navios.

9ª)

A super rádio DIFUSORA (AM-1240khZ), irá comemorar 77 anos de atividades radiofônicas no dia 26 de agosto próximo, mas seus diretores deixaram para lançar as novas ondas de FM para depois dessa data, porque nossa Capital não tem nada a comemorar com essa fraca e débil administração que aí está. O lançamento para colocar no ar a DIFUSORA – FM, 101.9 Megahertz, será portanto, remarcado.

10ª)

Dizem que o Consórcio Guaicurus de Campo Grande caiu na investigação sobre fraude em licitação de ônibus. Ele é formado pelas famílias Constantino e Gulin. Dizem que a fraude remonta a administração de Nelsinho Trad na prefeitura. Na verdade não se trata essencialmente de fraude, mas de “suspeita de fraude” que não é a mesma coisa enquanto não se apurar a veracidade daquilo que estão falando. Por enquanto tudo não passa de ‘fumaça’ e ‘estardalhaço midiático’ que é a “cara” do GAECO, neste país.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários