As Dez Mais

Quinta-feira, 26 de abril de 2018.

PRIMEIRA:

Amanhã a partir das 14 horas, uma audiência pública irá discutir na Assembléia Legislativa o tema “Fraternidade e Superação da Violência”. Presença de Dom Dimas, OAB/MS e outros. Os trabalhos serão presididos pelo deputado estadual Cabo Almi, do PT. Compareçam e prestigiem.

SEGUNDA:

Na Funsat, o diretor-presidente Cleiton Franco conseguiu em Brasília destravar um empréstimo que irá dinamizar o SINE. O prefeito Marquinhos Trad (PSD) vinha bancando essa parte. Desde 2015 não vinham recursos federais para o Sistema Nacional de Emprego.

TERCEIRA:

Deputados e vereadores precisam ter cuidado máximo quando vão tratar assuntos particulares ou pessoais durante sessões. Precisam de se certificarem de que os microfones estão fechados para que assuntos pessoais não se tornem público. Quem ouvir, por favor avisar.

QUARTA:

Servidores públicos estaduais terão seus salários depositados na conta amanhã e já poderão sacar a partir do dia 28. Tem muita gente alegre com a atitude do Governo do Estado. Vão passar o 1º de Maio com a “guaiaca” cheia. Segunda-feira – dia 30, véspera de 1º de Maio, será “ponto facultativo” nas repartições públicas.

QUINTA:

Com dinheiro no bolso muita gente está se programando para ir fazer compras na fronteira. Sabendo disso, os comerciantes de lá se preparam para oferecer algumas verdadeiras pechinchas que enganam. O dólar está alto e impróprio para exagerar nas compras.

SEXTA:

A Polícia Federal vai investigar a Ong Mohrar, que enfiou no bolso uma verba federal de R$ 2,7 milhões para moradias populares. As casas estão condenadas. Os ex-moradores do bairro Cidade de Deus estão novamente na rua. Não precisa ser adivinho para prever que vai ter muita gente entrando em “cana” por causa da malversação da polpuda verba.

SÉTIMA:

Falando em desvio de verba, comentários em Brasília-DF são de que a prisão dos “cabeças” do Partido Progressista poderá revelar muita coisa errada. Dizem mais: que a ressonância disso tudo poderá chegar ruidosamente forte em Alcides Bernal aqui no Estado.

OITAVA:

Em Corumbá vai ser investigado o dono de supermercado que ganhou isenção de ISS sem o merecimento. Tudo isso está fermentando e já existem notícias sobre o benefício desse empresário.

NONA:

Três caças da FAB interceptaram um avião bimotor que invadiu nosso espaço aéreo ao norte de Corumbá sem plano de voo, e que não respondeu às advertências dos militares. Foi disparado um tiro de canhão contra o avião invasor que ‘arregaçado’ teve que fazer pouso de emergência em um lago.

DÉCIMA:

Nelsinho já escancarou a aliança PTB/PSDB. Nelson era um reforço que todos queriam. Falavam que ele iria com Puccinelli, mas parece que o “divórcio” entre ele e seu antigo chefe foi definitivo. Cotado como primeiro voto ao Senado, a chapa de senadores para este ano parece estar definida: Nelsinho como primeiro voto e Zeca do PT como segundo voto. Já a campanha do senador Pedro Chaves não decolou.

MEUS AMIGOS:

Alex e Fani, da vila Planalto; Abud, da Ótica George Floyd da Antônio Maria Coelho com a Calógeras; Flávio Cesar ex-vereador da Câmara Municipal de Campo Grande. Aniversariantes do dia: Dr. Flávio Renato Rocha, Célia Arruda Leandro e Kelly Tamazato. Jor. Antonio João Hugo Rodrigues, Inácia Paixão e Ariadne Pereira.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários