Condenação por improbidade pelo Tribunal de MS deixa José Orcírio inelegível

O ex-governador e atual deputado federal José Orcírio Miranda dos Santos, mas conhecido como, Zeca do PT, é condenado pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ/MS) por improbidade administrativa referente ao caso conhecido como “Farra da Publicidade”.

Diante dessa decisão na segunda instância, o petista pode ficar inelegível por oito anos. Contudo o deputado poderá recorrer ao STJ para tentar sair da “ficha suja” e garantir presença na próxima eleição.

Em 2015, Zeca havia sido inocentado desta ação pelo juiz da 1ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos de Campo Grande, Marcelo Ivo de Oliveira. A alegação do magistrado foi a falta de provas concretas que julgou a ação civil pública do MPE contra ele. Entretanto o MPE fez apelação ao TJ pedindo a reforma da decisão do juiz.

 

 

Comentários

Comentários