Vereador Papy participa de audiência pública sobre contas de energia e reforça revisão da lei da Cosip

Foto: Eliza Mustafa

A tarde de quarta-feira (20) foi de muita movimentação, reclamação e debate acerca do aumento expressivo das tarifas nas contas de energia elétrica dos sul-mato-grossenses. Com o plenário lotado, a audiência pública, secretariada pelo vereador Papy, contou com a participação de mais de 200 vereadores de 54 municípios de Mato Grosso do Sul, além de deputados estaduais, autoridades e cidadãos indignados com o assunto.

Os vereadores pretendem elaborar documento com as queixas e as irregularidades constatadas para serem repassadas à Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). Ainda, os dados apurados devem ser compartilhados com os deputados estaduais, que também estão se mobilizando em relação ao tema.

]Entre as queixas e questionamentos, estava a Cosip (Contribuição para o Custeio da Iluminação Pública), um dos tópicos mais apontados durante o debate. Na oportunidade, Papy reforçou a luta pela derrubada da cobrança retroativa da Cosip em 2017, uma de suas principais bandeiras como presidente da Comissão Permanente de Defesa do Consumidor na Câmara, e se colocou à disposição da população e vereadores para unirem forças e intensificarem a fiscalização e revisão da lei.

“Daremos continuidade ao trabalho que iniciamos em 2017, desde a primeira audiência que promovemos junto ao Procon, Defensoria, Prefeitura e Ministério Público, com a derrubada da cobrança retroativa. Em dezembro de 2018, após um ano de investigação e estudos, concluímos o relatório final com todos os detalhes das questões relativas às tarifas de energia e, de lá pra cá, temos nos empenhado neste assunto. E agora não será diferente. Vamos compartilhar o relatório com os vereadores e bater em cima da revisão e de todas as cobranças indevidas”, apontou Papy.

O debate foi convocado pela Mesa Diretora após centenas de reclamações de consumidores, em diversas cidades sul-mato-grossenses, que foram surpreendidos com as altas nas contas de energia elétrica. Os vereadores também já agendaram, para o dia 28 de fevereiro, uma reunião com o presidente da Energisa, Marcelo Vinhaes Monteiro.

Comentários

Comentários