Turismo de Mato Grosso do Sul fecha ano com saldo positivo de ações

Foto: Fundtur-MS

O ano de 2018 foi positivo para o turismo de Mato Grosso do Sul. Esta é a avaliação do diretor-presidente da Fundação de Turismo de MS (Fundtur-MS), Bruno Wendling, que está à frente do órgão desde março de 2017 e continuará na próxima gestão do governador reeleito Reinaldo Azambuja.

“Conseguimos arrumar a casa e fizemos ações muito positivas neste último ano. Temos trabalhado no posicionamento de mercado e isso já está trazendo resultados, como a indicação da gestão para o Prêmio Nacional do Turismo, realizado pelo Ministério do Turismo; a captação do “1º AdventureNEXT Latin America”, evento internacional que aconteceu aqui no Estado no último mês de novembro; a premiação “VisitMS – você no seu melhor estado” como melhor vídeo de destino do Festival Internacional  Audiovisual de Cultura e Turismo – Fiacult; e tantas outras ações importantes que conseguimos realizar nessa gestão. Também ressalto a criação do Conselho Estadual do Turismo com a iniciativa privada na presidência e a Fundtur no apoio técnico da elaboração do Planejamento Estratégico do Turismo, isso fará com que os empresários fiquem mais próximos do poder público e das políticas públicas implementadas”, cita.

Um dos pontos altos do ano, ainda segundo o diretor-presidente, foi a publicação da Lei nº 5.224 que estabelece normas sobre o Sistema Estadual de Turismo do Estado do Mato Grosso do Sul (SET-MS), as Políticas Públicas Estaduais para o Turismo e o Plano Estadual de Turismo, sancionada no dia 10 de julho. “O SET tem por diretriz o fomento e o apoio ao desenvolvimento do turismo do estado de Mato Grosso do Sul, de forma democrática e integrada entre os atores previstos na Lei e em consonância com a Política Estadual de Turismo e o Plano Estadual de Turismo. A captação de novos voos ligando os principais destinos turísticos do Estado também foi uma grande conquista que coloca Mato Grosso do Sul mais próximo de vários destinos importantes, como Foz do Iguaçu, Belo Horizonte e Porto Alegre”.

Fortalecimento do Turismo

Além das ações citadas por Bruno Wendling, o Governo do Estado, por meio da Fundtur, promoveu várias outras ações para o fortalecimento do turismo estadual, como promoção e divulgação do turismo em feiras e eventos regionais, nacionais e internacionais, realização de RoadShows e Workshops sobre os destinos turísticos de Mato Grosso do Sul; realização do curso capacitação para gestores públicos municipais de turismo com a participação de 27 municípios; formalização e profissionalização de três instâncias de governança regionais com destaque para criação de uma associação voltada para mercado da Rota Pantanal-Bonito, integrando as duas principais regiões turísticas do Estado; apoio à última etapa do Rally dos Sertões em Coxim, Aquidauana e Bonito (destino final de um dos maiores rallys do mundo), apoio a Famtours (viagens de familiarização) com operadores de turismo e Presstrips (viagens de imprensa) com jornalistas nacionais e internacionais nos destinos de MS.

Destaque também para a criação e implantação do Observatório de Turismo do Mato Grosso do Sul/ObservaturMS; publicação de editais para apoio financeiro a eventos geradores de fluxo de turistas no âmbito de MS – Convênios com prefeituras e Termo de Fomento com Organizações Não Governamentais Sem Fins Lucrativos; criação e produção do mapa turístico de Mato Grosso do Sul como material de divulgação; criação e divulgação da campanha de marketing “VisitMS – você no seu melhor estado”; criação e divulgação de site promocional do turismo de Mato Grosso do Sul; criação e divulgação de vídeos promocionais do turismo de Mato Grosso do Sul; apoio ao Ministério do Turismo para atualização do Mapa do Turismo Brasileiro no âmbito do Estado de Mato Grosso do Sul.

Outras ações que foram executadas no último ano são a sensibilização dos empresários do trade turístico para cadastro de Empreendimentos e Prestadores de Serviços no CadasTur; o programa de hospitalidade, qualificação dos serviços e combate à exploração sexual de crianças e adolescentes e ao tráfico de pessoas no turismo; Inovação e Diversificação da Oferta Turística de Mato Grosso do Sul: Desenvolvimento de Novos Segmentos Turísticos – Turismo de Observação de Aves e produção de relatório sobre o impacto econômico e social do turismo no MS. 

Créditos Débora Bordin – Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (Fundtur-MS)

Comentários

Comentários