Toyota Corolla fica até R$ 5 mil mais caro e agora parte de R$ 101.990

Lançado em setembro, o Toyota Corolla de nova geração entra em 2020 mais caro. A tabela de preços da empresa mostra que os valores do sedã médio subiram entre R$ 2 mil e R$ 5 mil neste mês de janeiro, fazendo com que seja vendido a partir de R$ 101.990 na versão de entrada GLi 2.0, chegando a R$ 135.990 na Altis Hybrid Premium.
Os clientes que quiserem sair do Yaris Sedan para o Toyota Corolla na versão mais básica terão que gastar R$ 2 mil a mais do que antes. O valor da versão GLi 2.0 CVT passou de R$ 99.990 para R$ 101.990. Mais equipado, o Corolla XEi 2.0 CVT é vendido por R$ 112.990, um aumento de R$ 2 mil.

Os aumentos de preço começam a subir na variante Corolla Altis 2.0 CVT, agora comercializada por R$ 128.990, uma diferença de R$ 4 mil sobre o valor do lançamento. A opção mais cara com o motor 2.0 aspirado é a Altis Premium, que continua a ter o mesmo preço que o Altis Hybrid 1.8, ambos por R$ 128.990 – também R$ 4 mil mais caros. Por fim, no topo de linha, temos o Altis Premium Hybrid por R$ 135.990, que teve o maior aumento de toda a tabela, de R$ 5 mil.

A lista de equipamentos não mudou, assim como as motorizações do sedã médio. O Toyota Corolla utiliza o motor 2.0 aspirado de 177 cv e 21,4 kgfm de torque, que substituiu o antigo 1.8 aspirado. Já as versões mais caras adotam o conjunto híbrido formado pelo motor 1.8 aspirado de 101 cv e outro elétrico de 72 cv. Os 2.0 utilizam transmissão automática do tipo CVT, simulando 10 marchas, enquanto o 1.8 híbrido tem um CVT comum.

Comentários

Comentários