Sérgio Longen tem bens bloqueados e sigilo bancário quebrado

Cesar Arthur Cavalcanti de Carvalho, juiz da 4ª Vara Federal de Recife determinou o bloqueio de bens e quebra de sigilo bancário do presidente da FIEMS, Sérgio Longen. Além da autorização de 40 mandados de buscas e apreensões no decorrer da Operação Fantoche. O processo corre em sigilo, mas a integra do pedido foi divulgado por Fausto Macedo, do Estadão. A intervenção investiga crimes de fraudes licitatórias, associação criminosa, lavagem de dinheiro e crimes contra a administração pública. Na Capital a PF cumpriu mandados de busca e apreensão na sede da FIEMS, num apartamento de luxo e num endereço relacionado a Longen. E mais dez mandados de prisão foram cumpridos em Minas Gerais, Paraíba e Alagoas. Todos os envolvidos na operação estão soltos.

Comentários

Comentários