SD oficializa apoio à Azambuja e quer eleger um deputado federal e dois estaduais

Em convenção realizada neste sábado (04) cerca de 300 lideranças do Solidariedade estiveram reunidas, no salão de eventos de um hotel de Campo Grande, para deliberar às candidaturas à deputado estadual e federal, além das coligações estaduais e por aclamação aprovaram o apoio à candidatura do atual governador, Reinaldo Azambuja, candidato à reeleição.

O dirigente estadual Jornalista Bosco Martins, abriu a reunião dando o tom a convenção e convocando os militantes do partido, afirmou ser este  o momento do SD “arregaçar as mangas para reeleger o governador que colocou o MS no rumo certo,” e concluiu  dizendo  que que estava presente ali naquele encontro,  “entrando   em campo o melhor time da nossa seleção Alaranjada” fazendo referência a cor partidária do SD e  dos nome que foram confirmados  como candidatos a deputado estadual e Federal pelo SD. O secretário geral do partido Adauto Almeida que também  comandou o encontro juntamente com o vice-presidente Alessandro Menezes, disse que o objetivo na aprovação desta coligação é o de “elegermos um  deputado federal e 2  deputados estaduais, buscando um terceiro na sobra”.

Foram confirmados de uma lista maior seis candidatos a deputado estadual pelo SD são eles: Deputado Herculano Borges que concorre à reeleição, vereador Lucas de Lima, vereador Chicão Viana de Corumbá, Celso Vargas, ex-prefeito de Maracaju, professor universitário Ojeda e Sergio Ribeiro, empresário imobiliário.

Para Deputado Federal concorrem: O atual vice-prefeito de Três Lagoas, o médico Paulo Salomão, e a suboficial da Marinha Brasileira em Ladário, Mabel Carneiro da Silva, que é a outra candidata à Federal pelo partido. O vice-presidente Alessandro Menezes explicou que o “ Solidariedade deverá compor na   coligação proporcional com o PSDB, formando uma chapa com o PSL, PPS, PSB, PMB, SD, PTB, PP, para concorrer a deputado estadual e na chapa para deputado Federal são os mesmos partidos, menos o PP e O PTB, que só somarão para estadual, pois na proporcional de federal estarão no chapão do PSDB, ” finalizou.

O presidente estatual, Idelmar da Motta lembrou que o SD tem “ cerca de 5 mil filados no interior e na capital e está formado em 50 municípios, sendo que elegeu nesses quatro anos de existência cerca de 18 vereadores e dois vice-prefeitos.

Comentários

Comentários