Renato Câmara pede máquina de diálise para o HU e torre de telefonia para aldeias de Dourados

Segundo mais votado em Dourados (com 9.375 votos) nas eleições de domingo, o deputado estadual Renato Câmara retomou nesta semana os trabalhos em plenário na Assembleia Legislativa apresentando importantes demandas do município. Através de indicações, Renato solicitou ao senadores Waldemir Moka e Simone Tebet (ambos do MDB) a destinação de recursos federais para a aquisição de uma máquina de diálise para atender os recém nascidos da clínica neonatal do HU (Hospital Universitário) de Dourados.

Conforme dados fornecidos pelo hospital, 18% dos bebês que nascem de partos prematuros e com baixo peso sofrem com lesão renal aguda. No entanto, as máquinas existentes no hospital foram projetadas para adultos, o que torna necessário algumas adaptações para utilizar em crianças. “A compra deste equipamento é uma luta dos vereadores de Dourados e se faz necessária para assegurar saúde às crianças que nascem prematuras. Estamos trabalhando para que os nossos senadores possam incluir esses valores no orçamento-geral da União de 2019 e garantir essa importante melhoria para o HU, beneficiando milhares de mães e crianças de toda a região que utilizam os serviços do hospital”, disse Renato Câmara.

TELEFONIA NAS ALDEIAS

O deputado do MDB também apresentou uma indicação à prefeita de Dourados Délia Razuk, solicitando a realização de estudos de viabilização técnica para a instalação de torres de telefonia móvel nas aldeias Jaguapiru e Bororó. O pedido tem o intuito de garantir a melhoria na qualidade no sinal de telefonia celular aos 14 mil índios que residem na Reserva Indígena de Dourados, tendo em vista os problemas enfrentados atualmente população indígena para efetuar as chamadas de telefonia móvel devido a precariedade do sinal que chega até as aldeias.

Comentários

Comentários