Prefeitura e Águas Guariroba apresentam projeto executivo da rede coletora de esgoto do Rita Vieira

Foto: Denilson Secreta

A prefeitura de Campo Grande e a concessionária dos serviços de água e esgoto, Águas Guariroba, apresentaram na última quinta-feira (16) os estudos iniciais do projeto executivo para a execução das obras de implantação da rede coletora de esgoto na região do Rita Vieira.

O projeto para a implantação da rede seguirá o cronograma de obras do PAC da Prefeitura, tendo como objetivo ampliar a cobertura da rede de esgoto de Campo Grande. A previsão é de que sejam implantados 39 quilômetros de rede de esgoto com 2,6 quilômetros de reforço de interceptor.

Também estão previstos para a região cerca de 3.900 ligações de rede. O projeto já conta com as equipes da concessionária realizando os estudos de área (topografia) na região do Rita Vieira.

O prefeito Marquinhos Trad destacou que a rede coletora de esgoto será implantada antes das obras de drenagem e pavimentação asfáltica que serão iniciadas logo após a conclusão da implantação do esgoto. “Mais um passo para a urbanização total da região do Rita Vieira, levando mais saúde e qualidade de vida para os moradores”, afirmou o prefeito, destacando que atualmente Campo Grande possui mais de 80% de cobertura de esgoto, com 100% de tratamento.

Pavimentação

A Prefeitura de Campo Grande encaminhou à Câmara Municipal um projeto que autoriza o Executivo a contratar um empréstimo de R$ 45 milhões junto à Caixa Econômica Federal, na linha de Financiamento a Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa). A Câmara aprovou o projeto e o empréstimo já está em fase de contratação na Caixa.

Com os recursos, além de levar drenagem, asfalto e recapeamento aos bairros Rita Vieira e Parque Dallas, será pavimentado o Residencial Oliveira (1 e parte do 3) e recapeada e prolongada a Rua Nicomedes Rezende até a Avenida Interlagos. Essa via será uma alternativa de tráfego para desafogar o trânsito na Avenida Três  Barras.

Também está programada a revitalização do antigo aterro de entulhos da construção civil no Jardim Noroeste.  O local, uma área de 16 hectares, será transformado num espaço de lazer multiuso, com pista de caminhada, campo de futebol e quadra poliesportiva.

Segundo o secretário municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudi Fiorese, este novo financiamento do Finisa foi viabilizado junto à Caixa Econômica, após a negociação do empréstimo de R$ 30 milhões no BNDES ter esbarrado em questões burocráticas quando já estava na fase de assinatura do contrato.  O recurso estava destinado a execução de aproximadamente 20 quilômetros de pavimentação e 2 quilômetros de recapeamento nos bairros Rita Vieira e Parque Dallas.

“Como as condições de pagamento e os encargos financeiros da Caixa são similares as do BNDES, optou-se por uma nova operação do Finisa ampliada para contemplar mais obras”, explica Fiorese.  Como o projeto do Rita Vieira /Parque Dallas já estão prontos e os demais estão em elaboração, a expectativa é licitar todas as obras ainda no primeiro trimestre de 2020.

Comentários

Comentários