Policial e Engenheiro estão entre os presos na operação contra pedofilia

Foto: Midiamax

A Operação deflagrada contra a pedofilia na manhã de quinta-feira (17), em MS prendeu seis pessoas. Estão entre os detidos Policial Civil, engenheiro, arquiteto, empresário, músico e técnico em eletrônica. Eles responderão pelo crime de pedofilia na cadeia.

 A ação ocorreu em 24 estados e um policial civil (36) foi preso suspeito de compartilhar materiais pornográficos envolvendo adolescentes e crianças. Um inquérito será aberto na corregedoria, de acordo com a Delegada Marília Brito.

Com um vasto material pornográfico foram presos: Em Dourados um pintor e dono de uma serigrafia (39), Glória de Dourados; um técnico de eletrotécnica (27) e um arquiteto (33).

Naviraí foram presos um auxiliar de serviços gerais (33). Campo Grande um músico (33) em flagrantes pelo compartilhamento de conteúdo ilegal.

Um homem (32) também foi preso na capital no bairro Chácara Cachoeira, mas não foram encontrados materiais de pedofilia em sua casa. Mas ele foi preso por porte ilegal de munições. Ele foi liberado após pagamento de fiança e continua sob investigação.

Após o balança da operação foram apreendidos notebook, celulares, HDs externos e câmeras fotográficas. Que serão analisados pela perícia.

Os detidos serão indiciados e poderão pegar uma pena de até 6 anos de reclusão.

Comentários

Comentários