Policia conclui que PRF teve intenção de matar empresário

Ricardo Su Moo, 46 anos, Policial Rodoviário Federal, foi indiciado pela Policia Civil por cometer crime de homicídio doloso, ou seja, quando há intenção de matar e por duas tentativas de homicídio.

A delegada responsável pela investigação do caso, Daniela Kades, anexou aos autos de prova que engloba áudios das ligações feitas pelo policial ao centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), oitiva de 20 pessoas, entre elas as 15 testemunhas, contendo laudo da arma do policial e do local da confusão indiciou para a polícia que Ricardo Moo teve a intenção de matar o empresário Adriano.

Ao todo, o inquérito tem 531 páginas e será remetido ao poder Judiciário. No entanto, uma série de laudos complementares, como da reprodução simulada e do corpo de delito dos dois sobreviventes, ainda será finalizada e anexada ao processo judicial. Ricardo continua detido na sede do Garras, na Capital.

Comentários

Comentários