PMA recebe investimento de R$ 501 mil em viaturas, barcos, motores e reboques para a fiscalização

A Polícia Militar Ambiental recebeu no Instituto de Meio Ambiente (Imasul) diversos materiais para serem utilizados na fiscalização ambiental. Foram três viaturas, 10 motores de popa, quatro barcos e cinco reboques para transporte de embarcações, que custaram R$ 501.000,00,

Os recursos são provenientes de compensação ambiental, em convênio celebrado entre a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento (SEMADE), SEJUSP, PMMS e a Companhia Energética de São Paulo (CESP). Os materiais visam ao atendimento à fiscalização do Parque Várzeas do Ivinhema e município do entorno e serão distribuídos entre as Subunidades da Polícia Militar Ambiental, que realizam fiscalização na região.
Os materiais serão fundamentais, especialmente para a fiscalização fluvial, tendo em vista, que os motores de popa são de última geração de quatro tempos e, com a abertura da pesca, a quantidade de turistas e pessoas do Estado aumenta significativamente e a manutenção dos policiais nos rios previne a possível depredação dos cardumes.
As viaturas aumentam o poder de fiscalização preventiva e repressiva aos crimes ambientais na área do Parque Estadual Várzeas do Ivinhema e municípios do entorno, evitando desmatamentos, caça e pesca ilegais, crimes e infrações contra a flora, poluição e outros crimes ambientais, contribuindo para a manutenção dos recursos naturais sul-mato-grossenses em equilíbrio, gerando qualidade de vida à população.
O material também contribui ao combate aos crimes de outras naturezas, como o contrabando, furto e roubo de veículos e tráfico de drogas, que também são combatidos pela PMA, durante as fiscalizações ambientais.

Comentários

Comentários