PMA prende estudante de 26 anos por maus-tratos ao atirar em um gato

Uma equipe de Policiais Militares de Aparecida do Taboado recebeu denúncias de que um homem estaria atirando em um gato. A PMA foi ao bairro Cidade Nova, onde teria ocorrido a denúncia e localizou o animal ferido e com dificuldade de locomoção e o recolheu. Ao chegar à residência do suspeito, os policiais o encontraram e ele assumiu o crime. Em seguida entregou a arma, uma espingarda de pressão.
Os Policiais apreenderam a espingarda e conduziram o infrator, bem como o animal ferido, à delegacia de Polícia Civil da cidade, onde ele foi autuado por crime ambiental de maus-tratos a animais, que prevê pena de três meses a um ano de detenção. O autuado também recebeu multa administrativa de R$ 1.500,00. Ele terá o direito de defesa, junto ao Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), que é órgão que julgará a infração administrativa. O gato foi encaminhado a um médico veterinário, que se voluntariou a cuidar do bicho.

Comentários

Comentários