PMA já apreendeu quase meia tonelada de pescado

A Policia Militar Ambiental divulgou um balanço dos primeiros três meses da operação Piracema. Até agora, 30 pessoas foram autuadas e 22 presos em flagrante, outros 454 kg de pescados foram apreendidos.

Além das prisões e apreensões, a Polícia já aplicou R$ 69,2 mil em multas nos 90 dias da operação. De acordo com a PMA, houve redução na apreensões em relação ao mesmo período do ano passado (529kg em 2014/2015).

Todavia, aumentaram o número de autuações em relação à operação do ano anterior, quando 18 pessoas foram notificadas. Este ano, das 30 pessoas autuadas, oito conseguiram escapar dos agentes e não foram presas, porém foram identificadas e, além da multa, responderão pelo crime de pesca predatória.

Na operação do ano passado foi aplicado R$ 33, 9 mil em multa, menos da metade do valor atual. Para a PMA, em parte isso deve ao fato de que vários infratores multados são reincidentes, o que duplica o valor da multa.

Segundo a polícia, há uma redução no número de pescado apreendido e aumento na prisão de infratores. A estratégia da PMA é monitorar os cardumes e ampliar a fiscalização em pontos considerados críticos, como cachoeiras e corredeiras.

Ainda de acordo com os policiais ambientais, na Piracema deste ano, as cheias dos rios facilitaram a subida dos peixes para desova.

Comentários

Comentários