Para minimizar crise com operação da PF, Temer come picanha com embaixadores

Michel Temer, após uma série de reuniões na tentativa de minimizar os efeitos da Operação Carne Fraca sob as exportações, terminou o dia com churrasco. O presidente convidou os embaixadores de países importadores de carne para uma churrascaria em uma área nobre de Brasília. Nem bem chegou, o presidente foi servido com picanha, que comeu acompanhado de uma caipirinha.

A churrascaria fica às margens do Lago Paranoá e cobra, aos domingos, R$ 119 por pessoa. A reserva foi feita para 80 convidados.

 

Nota à imprensa da Presidência da República

 

Todas carnes servidas, neste domingo (19), ao presidente Michel Temer e aos embaixadores convidados para jantar na churrascaria Steak Bull foram de origem brasileira. A gerência do estabelecimento inclusive apresentou os produtos servidos a órgãos sérios da imprensa que questionaram a origem do produto.

 

 

Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República

 

 

Comentários

Comentários