O lado escuro da lua

Essa semana a NASA, Agencia Espacial Americana, confirmou a veracidade de um curioso áudio gravado em maio de 1969 pela equipe de astronautas da Apollo 10. No áudio, gravado no lado escuro da lua, onde o contato visual com a terra é interrompido juntamente com os sinais de rádio vindo da Terra, os astronautas relatam ouvir uma música estranha que cessa repentinamente após cerca de uma hora de duração.

Os áudios ganharam repercussão mundial através de um documentário exibido pelo canal Discovery Channel no último final de semana chamado “Os documentos inexplicáveis da Nasa”. Nesse áudio, a equipe formada pelo comandante Thomas Stafford, e do piloto do módulo de comando, astronauta John Young e do piloto do módulo lunar, astronauta Eugene Cernan, que estavam em uma missão de reconhecimento para a preparação para o primeiro pouso na Lua, discutem se relatariam o caso com a base da Agencia Espacial em Houston, por temerem não serem levados a sério e se comprometerem com o relato a ponto de serem excluídos de participar de outros vôos espaciais.

A Nasa justificou a “musica” como uma interferência entre rádios dos módulos lunar, mas essa não é a primeira declaração polêmica de astronautas que integraram missões espaciais. Neil Armstrong, o primeiro homem a pisar na lua já havia feito antes de sua morte, várias declarações públicas de que não há base espacial na lua porque a Agência Espacial foi alertada por formas de vida “extraterrestres” a se afastarem de lá, relatando inclusive que havia construções no satélite natural.

Se Neil Armstrong estava “pirando”, não sabemos. O fato é que a decisão da equipe que comandava a Apollo10 de guardar segredo sobre o fato, garantiu a tripulação voltar na sequencia do mesmo programa à lua como comandantes (John Young voltou como comandante da Apollo 16 e Eugene Cernan como comandante da Apollo17). Ao todo, apenas 12 astronautas pisaram em solo lunar, o que aumenta ainda mais as especulações do fato diante da revolução tecnológica que ocorreu de 1969 para cá. Outros astronautas também confirmaram terem visto objetos estranhos em outras missões, mas a Nasa nunca confirmou os fatos. O vídeo veiculado pelo Discovery Channel pode ser facilmente encontrado no You Tube.

Comentários

Comentários