O ANO DE MARTE: Saiba como o mapa do ano novo astrológico pode afetar você

O réveillon astrológico, que aconteceu no dia 20 de março, marca a chegada de um novo ano astrológico, momento em que o Sol ingressa em Áries, e ilumina o primeiro signo do zodíaco. Desde quarta-feira passada o planeta que rege esse novo ciclo, até março de 2020 é Marte, astro de força, conflitos e ação.

Marte sinaliza um ano extremamente denso e difícil, mas também com muito movimento. A dificuldade de cada um será como conseguir pilotar, da melhor forma possível, um carro desgovernado numa estrada escorregadia. Todo cuidado e serenidade serão importantes a partir de agora se você quiser terminar esse novo ano sem grandes desconfortos.

Em um cenário já conflituoso, Marte chega para colocar mais lenha na fogueira, trazendo inquietação, agressividade e motivando ações impulsivas. Será difícil buscar um entendimento equilibrado entre partes já polarizadas há alguns anos, principalmente desde a desde a entrada de Urano em Áries, há 7 anos atrás. Marte vem acirrar processos já em andamento ou ativar aqueles que precisam ter seu início.

Mudança de emprego, de situação conjugal, mudanças de postura, seja qual for a mudança que você necessite para evoluir, se não forem encaradas de frente podem trazer desconfortos de maneiras surpreendentes. Mercúrio, o planeta da comunicação, retrógrado no inicio do mapa anual, demonstra que mais que nunca teremos que vigiar palavras para que mal entendidos não sejam potencializados nesse ano de marte, levando a rompimentos definitivos, sejam no trabalho ou em relacionamentos.

Para cada pessoa, Marte vai acirrar relações do eu com o mundo e com o sistema vigente acelerando a necessidade de reformas internas para criar um caminho mais harmônico entre as diferenças no futuro. Pode ser dolorido ou libertador, depende de como você se preparou para esse momento. Veja de que maneira o mapa anual pode afetar seu signo:

Áries Para os nativos deste signo será ainda mais difícil cooperar e compartilhar novas ideias e iniciativas com grupos. Por isso, será importante treinar o convívio com os outros, seja no ambiente pessoal ou no ambiente profissional.

Touro: Taurinos terão dificuldades em confiar na estabilidade que tanto prezam. Desse jeito, terão apenas uma visão curta de suas evoluções desejadas e podem se sentir pressionados para darem mais de si mesmos em seus feitos.

Gêmeos: Deverá promover uma grande atenção ao corpo mental. Com isso, vai ser importante buscar diminuir o contato com notícias ruins ou pessoas tóxicas. Assim, menos negatividade vai estar arraigada internamente.

Câncer: É o momento de assumir responsabilidades, canceriano! E você será obrigado a fazer isso até com o que não deseja. Ou você amadurece por iniciativa própria, ou a vida vai trazer essa obrigação de maneira forçada. Escolha!

Leão: Leoninos devem perceber que, por mais que tentem, não vão conseguir fazer as coisas do jeito que gostariam. A necessidade de diminuir o “ego do olhar” pode ajudar a perceber que há momentos em a humildade é a única aliada.

Virgem: Poderá se sentir ainda mais exigido e sacrificado neste ano. Porém, Virgem é um dos signos que mais pode ter benefícios se souber utilizar Marte como um impulsionador de ideias e como um catalisador de inícios importantes.

Libra: O signo vai sofrer com a desarmonia vigente. O desafio é saber escolher com quem se relaciona. No entanto, nem sempre é possível ampliar a compreensão das diferenças, por isso será importante estruturar melhor um filtro pessoal e colocá-lo em prática.

Escorpião: Esse terá a sua disposição todas as possibilidades de fazer o que quiser! A principal dúvida é se o escorpiano vai usar isso para o lado bom, como com curas e regenerações, ou se o medo e o ego vão tornar prazerosa qualquer situação de comando. Afinal, poder é tentação.

Sagitário: Mais do que nunca, deverá buscar manter-se confiante e alto astral. Sagitário pode demonstrar que sua expansividade está longe de ser supérflua, mas que, sim, é extremamente necessária. Os outros 12 signos do zodíaco agradecem o convívio.

Capricórnio: Ninguém está sendo mais afetado do que você! Todas as regras vigentes e valores conservadores tendem a ficar mais pesados e desconectados com suas necessidades. Não é para usar o poder de Marte para comandar nada, mas para reestruturar internamente tudo aquilo que já não deveria ocupar espaço psicológico.

Aquário: Enfrentar o sistema a qualquer custo, dessa vez, não vai funcionar. Há formas de buscar rumos diversos e novos, mas definitivamente não seria nada inteligente “bater no peito” e ser simplesmente um rebelde contra tudo. Inteligência emocional será importante.

Peixes: É aquele que tudo absorve e sente. Superar qualquer adversidade vai passar obrigatoriamente por: espiritualidade, artes ou processos terapêuticos. Esse é o tripé principal da força positiva de peixes, é importante ter iniciativa e buscar esses princípios.

Comentários

Comentários