Nos EUA para observar a Colômbia, Tite confessa ansiedade e adaptação

Novo técnico da Seleção admite que estará nervoso no dia da sua convocação e
afirma que estará próximo dos jogadores e também das equipes adversárias

O técnico Tite está nos Estados Unidos para assistir à semifinal da Copa América, entre Chile e Colômbia. A equipe de James Rodríguez será também a segunda adversária do novo comandante com a seleção brasileira. Em entrevista exclusiva ao SporTV, o treinador disse que ficará nervoso quando chegar a hora de sua primeira convocação.

– Vou, confesso que vou – disse o técnico.

Tite afirmou ainda que precisa se adaptar ao novo cargo, pois existem diferenças entre treinar um clube e a comandar a seleção brasileira. No entanto, acredita que a Seleção tem muito potencial para deixar o sexto lugar nas eliminatórias e entrar na zona de classificação para a Copa do Mundo de 2018.

– Honestamente, sim. Eu não sou demagogo, não estou hiperdimensionando, nem para baixo e nem para cima. É um momento importante, é um momento de retomada, é um momento em que eu tenho que reciclar meu trabalho, para me adaptar como técnico de seleção, não de clube, e potencializar nesses dois próximos jogos. Mas também vejo que há uma qualidade de atletas emergentes, crescendo, com muita qualidade. Temos um jogador extraclasse, o Neymar, mas o grupo todo tem um potencial de crescimento muito grande.

Nessa adaptação, Tite irá acompanhar de perto as seleções adversárias do Brasil e também buscar estar próximo aos jogadores, mesmo quando estiverem em seus clubes.

– Nesse novo momento, quero me reinventar como técnico, acompanhar as seleções que vão enfrentar o Brasil. Mas principalmente buscar essa adaptação, essa proximidade, esse acompanhamento dos atletas, com as grandes equipes, para que a gente possa ter o trabalho desenvolvido já nesses dois primeiros jogos. Esse é o foco importante.

A estreia do técnico será contra o Equador, em Quito, no dia 2 de setembro. No dia 6, será a segunda partida, diante da Colômbia, em Manaus.

– Especificamente é a Colômbia, para acompanhar. é o segundo jogo. Gostaria que o Equador estivesse classificado também. Mas vamos buscar com o pessoal da informática esse acompanhamento. Antes, eu estava voltado ao clube. A essência era o Campeonato Brasileiro. Agora o foco passa a ser outro.

Foram seis rodadas disputadas até agora nas eliminatórias para a Copa. O Brasil somou nove pontos e ocupa a sexta posição, um ponto abaixo do Chile, quarto colocado (o último dentro da zona de classificação para a Copa). O Uruguai lidera, com 13.

Fonte: Sport Tv

Comentários

Comentários