MORADORES RECLAMAM: Acesso à área do Carnaval de Campo Grande precisa de reparos para não provocar acidentes

Moradores da Vila Sobrinho, Lar do Trabalhador e do Residencial Flamingos pedem à Prefeitura a poda de árvores, troca de iluminação pública queimada, retirada de lixo e tapa buraco principalmente na Avenida dos Crisântemos, que dá acesso à área do Papa onde será realizado o Carnaval 2016 de Campo Grande.

A avenida possui um canteiro central numa extensão de mais de 300 metros, saindo da Avenida Júlio de Castilhos, até o local da festa e esse trecho, segundo os moradores, precisa de urgentes reparos para evitar acidentes e até assaltos na região, por falta de melhor iluminação pública e buracos no asfalto.

“Além disso, ao longo dos meses foram acumulados galhos, folhas e outros produtos no canteiro central, que precisam ser retirados para um melhor paisagismo aos visitantes e turistas”, afirma a moradora do Flamingos,  Lucimar Cardoso. Segundo ela, algumas plantas ornamentais nesses  canteiros, cresceram muito com as chuvas e precisa ser podadas pois impedem a visão de motoristas, motociclistas e até pedestres ao atravessar a avenida.

Na avenida existem também alguns buracos que dificultam as manobras dos veículos e que precisam também, urgentemente serem tampados, pede outro morador, Oscar Mendes Nunes.

Os moradores do Residencial Flamingos pedem também que a Companhia de Trânsito facilite a entrada e saída dos moradores do condomínio, que fica entre a área da festa e a Avenida Júlio de Castilhos. Pedem também mais segurança para evitar depredação do patrimônio dos moradores.

Pedem também a retirada de uma árvore morta na esquina da Avenida Crisântemos com a Carmela Dutra (fundo esquerdo da Superintendência de Polícia Federal), que está prestes a cair, podendo danificar veículos e até atingir pessoas.

Comentários

Comentários