Marun nega novas mudanças na reforma da previdência

Carlos Marun, ministro-chefe da Secretaria de Governo da Previdência da República apesar do presidente Michel Temer (PMDB) manter um diálogo sobre a reforma da previdência não serão aceitas alterações no projeto.

Em entrevista à rádio CBN em Brasília o ministro dize que ‘Nosso governo é um governo do diálogo e não podemos nos recusar a ouvir, mas não aceitaremos qualquer alteração que modifique a espinha dorsal da reforma, que põe fim aos privilégios. Entendemos que a Previdência tem que ser tornar mais justa e igual’.

Marun voltou a dizer que a retomada do crescimento do pais depende da aprovação da reforma da previdência e ressaltou que até a oposição tem a consciência da necessidade de mudanças nas regras de aposentadoria. O ministro ainda acredita que alguns pontos como a retirada da aposentadoria rural, deverá significar entre os parlamentares um apoio.

E finalizou se comprometendo com o presidente no âmbito de manter um diálogo para poder convencer os parlamentares da importante aprovação da Reforma da Previdência.

Comentários

Comentários