MARCO está com inscrições abertas para Oficina de Férias com passaporte cultural para garotada

Foto: Divulgação

O Museu de Arte Contemporânea (Marco), unidade da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) está com inscrições abertas para a tradicional Oficina de Férias que esse ano contará com novidades, oferecendo duas turmas, a primeira de 13 a 17 de janeiro e a segunda de 20 a 24 de janeiro, ambas das 14 às 17 horas e direcionada para crianças e jovens de 07 a 13 anos.

E a segunda novidade é que ao invés do participante fazer apenas um tipo de atividade cultural, ele aprenderá técnicas de Pintura em Tela, Musicalização, Mangá, Teatro, Desenho (turma 1) ou Isogravura (turma 2) por meio de um passaporte cultural que dará direito aos 5 dias de muito aprendizado, cultura e integração.

Nas segundas-feiras os alunos aprenderão Pintura em Tela, abordando técnicas de pintura com tinta acrílica, produção de pintura com tema e prática feita coletivamente, desenvolvendo a sensibilidade artística e criativa com a professora Diana Cler, graduada em Artes Visuais pela Universidade Federal (UFMS) de Mato Grosso do Sul e premiada em 3° lugar na categoria Pintura no II Festival das Artes de Campo Grande em 2018.

Nas terças-feiras, os participantes terão a oportunidade de fazer Musicalização, estimulando a música de forma divertida e prazerosa utilizando o corpo, a voz e alguns instrumentos musicais. Através de brincadeiras e canções variadas, as crianças e jovens poderão ampliar possibilidades de expressão musical trabalhando o ritmo, a improvisação, a coordenação, a lateralidade, a percepção auditiva, a concentração e a alegria em se socializar e se divertir. A professora Viviane Borges é graduada em Artes Visuais e Licenciatura em Música pela UFMS. Fez Pós-Graduação Lato Sensu em Práticas Pedagógicas em Artes, pela Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal (UNIDERP). É professora de Musicalização e do Coral Infantil do Colégio Maria Montessori de Campo Grande e professora de Artes da Prefeitura Municipal de Campo Grande.

Nas quartas-feiras, é a vez do Mangá, que abordará a introdução ao mundo dos quadrinhos orientais, os gêneros, a leitura e toda a magia por trás dos olhos grandes e coloridos por meio da criação de personagens, estrutura e anatomia, cabeça e expressões. Bruno Godoy (Migalhas) é professor e ilustrador com formação em Artes Visuais e pós-graduação em Mercado e Produção Audiovisual.

Nas quintas-feiras, a aula de Teatro tem como proposta estimular as percepções, a sensibilidade e criatividade, usando para isso elementos dos exercícios e jogos teatrais para proporcionar ao corpo a possibilidade de manifestar seu mundo interior, abordando espaço, ritmo, direção e improvisação. Yago Garcia é graduado em Artes Cênicas – Teatro e Dança pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) e pós-graduado em Cultura Africana pela Faculdade Campos Eliseos. Já atuou em vários grupos de teatro de Campo Grande entre eles: Circo do Mato, Unicórnio e Palco. Participou de vários festivais de teatro nacionais e internacionais. Atualmente atua como professor em escola municipal e participa dos grupos de teatro Identidade Teatral (IT) e Teatral Grupo de Risco (TGR).

E nas sextas-feiras, a Turma 1 terá o curso de Desenho que estimulará a criação de personagens através da linguagem do desenho. O curso tem enfoque prático, mas também teórico com pesquisa e técnicas de estrutura em desenho, abordando os conceitos básicos do desenho da figura orgânica, humana e personagens humanizados. Já a Turma 2 aprenderá a experimentação em Isogravura e impressão em tecido, valorizando poéticas multiculturais das crianças para composição de personagens e de matriz em gravura para estampar camisetas. Israel Zayed é professor graduado pela UFMS – Artes Visuais – Licenciatura – Habilitação em Artes Plásticas e Especialista em Relações étnico-raciais, gênero e diferenças no contexto do ensino de história e culturas brasileiras. Cria projetos visuais, quadrinhos e ilustrações para revistas e editoras, além de projetos literários e culturais nos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul.

Serviço – O passaporte cultural tem o valor de R$ 150,00 (cento e cinquenta reais) por turma e as vagas são limitadas, excedendo o número de vagas será criada uma lista de espera. As inscrições devem ser feitas pessoalmente pelos pais ou responsáveis de terça a sexta das 7h30 às 17h30 ou sábado e domingo das 14 às 18 horas.

O MARCO está localizado na rua Antônio Maria Coelho, 6000 no Parque das Nações Indígenas. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3326-7449.

 

Comentários

Comentários