MÁFIA DO CIGARRO: Justiça Federal nega liminar e mantém prisão de investigados

Foto Ilustrativa

NAVIRAÍ/MS (Correspondente) – Justiça Federal nega recurso e mantém investigados da máfia do cigarro presos. Os pedidos foram negados aos réus Dirceu Martins, José De Brito Junior, Maico Andrei Bruch, Elvis Cleiton Gussi Coronato e Reginaldo Perin De Moraes presos em agosto deste ano pela Polícia Federal no âmbito da Operação Teça, deflagrada para desarticular o contrabando de cigarro.

A Polícia Federal informou que foram apreendidos R$ 144 milhões em contrabando, 155 veículos usados no transporte de cigarros ilegais e 75 pessoas detidas.

Comentários

Comentários