Idosa morre engasgada com pipoca

Foto Ilustrativa

Verônica José da Silva (64) morreu engasgada com uma pipoca enquanto brincava com o neto de 5 anos em um condomínio do bairro da Lapa, em São Paulo/SP. Os bombeiros foram acionados mais a idosa não resistiu e veio a óbito. O Capitão do Corpo de Bombeiros, Marcos Palumbo declarou que “Quando chegamos, ela estava em um quadro de parada cardíaca, as equipes da Unidade de Suporte Avançado insistiram com ela durante 25 minutos, tentando a reanimação, mas não foi possível. Naquele momento, o médico conseguiu identificar que se tratava de uma pipoca de saquinho que estava obstruindo a passagem de ar”.

ORIENTAÇÕES

Nesses casos o porta voz da corporação alerta que o primeiro passo é forçar a pessoa a tossir. Ele disse que “ajuda a empurrar o ar para fora e obter a liberação das vias aéreas”. Caso isto não funcione é preciso a realização de uma manobra respiratória. É necessário se posicionar atrás da vítima colocando a perna direita entre as pernas dela. Em seguida, envolva os braços por trás dos braços da vítima entre as costelas e o abdômen, fazendo que que haja uma pressão interna no diafragma para que o objeto seja expelido. Mais de 3 mil pessoas morreram engasgadas por ano, de acordo com o Ministério da Saúde.

Comentários

Comentários