GUARDA MUNICIPAL: Plano de cargos e carreira é realização de sonho e investimento na segurança da Capital

“Todos os dias nós deixamos nossas famílias em casa e vamos cuidar de pessoas que se quer sabem o nosso nome, mas o fazemos com amor e por vocação. Esse é um momento histórico para mais de mil e cem mães e pais de famílias, já que por anos aguardamos por uma lei que trouxesse a segurança de sairmos de casa com a tranquilidade de estarmos deixando nossas famílias em uma situação digna e confortável, para buscar e investir em mais conhecimento, a fim de oferecer um serviço de excelência para a população. Sabíamos que esse momento ia chegar, porque confiamos no compromisso que o senhor assumiu conosco. Hoje, aqui, nasce uma instituição forte”.

Com essas palavras, o Guarda Civil Metropolitano Hudson Bonfim, presidente do Sindicato que representa a categoria, falou em nome dos 1.150 servidores na quinta-feira (29), durante solenidade na Câmara, para agradecer ao prefeito Marquinhos Trad pela aprovação da Lei Complementar n. 358, de 29 de agosto de 2019, que dispõe sobre a carreira, a organização, o plano de cargos, o sistema remuneratório, o regime de trabalho, e os direitos funcionais da Guarda Civil Metropolitana de Campo Grande, e dá outras providências.

Em seu pronunciamento, o prefeito afirmou que o ato desta quinta-feira (29) é fruto de um trabalho conjunto do Executivo, Câmara, sindicato e da própria categoria, que por meses discutiram as diretrizes para elaboração de um documento que pudesse corresponder com justiça os anseios do efetivo da Guarda Civil Metropolitana.

“Esse não deve ser visto apenas como um ato político, já que estamos cumprindo um compromisso também com a cidade, pois vocês representam quase 1 milhão de habitantes que aqui vivem. Cumprimos esse dever em respeito à cidade onde vivemos e também àqueles que vão crescer dentro da instituição por meritocracia, independente de atos políticos. Agradeço o empenho de todos que deram sua contribuição para escrevermos esse plano e, em especial, a cada guarda civil que me enviou WhatsApp com sugestões para melhorar as redações do documento que hoje está sendo assinado aqui nesta Casa do Povo”, declarou o prefeito.

O Secretário Especial de Segurança e Defesa Social, Valério Azambuja, explica que a partir da sanção dessa lei, o município terá 90 dias para publicar o Decreto com a regulamentação, que vai detalhar a forma de promoção, mudança de classe ou referência, entre outros.

Para finalizar, o presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, vereador João Rocha destacou a união de esforços para criação do Plano de Cargos e Salários da Guarda Civil Metropolitana de Campo Grande. “Quando você constrói algo em harmonia, com várias mãos, você sabe que chegará a um momento como este aqui, hoje, quando o prefeito está sancionando um projeto dessa grandeza e o qual faz com que todos se sintam contemplados”.

“O plano vem para melhorar a vida dos servidores e concretizar um sonho desde o concurso. Agora, você pode vestir a camisa com a certeza de que será reconhecido de verdade. Agora, podemos fazer planos para o nosso futuro e daqueles que amamos”, ponderou Ana Paula.

 

Uniforme

O ato também serviu para assinatura do Decreto nº 13.973, de 29 de agosto de 2019, que regulamenta o uso dos uniformes, equipamentos e caracterização de viaturas da Guarda Civil Metropolitana de Campo Grande e dá outras providências.

O documento, que será publicado amanhã, no Diogrande, estabelece a necessidade de atualização do uniforme em face do novo estatuto da Guarda Civil Metropolitana. A nova vestimenta também permitirá mais conforto ao efetivo.

Comentários

Comentários