Getam e forças de segurança fazem homenagem a PM morto

Policiais Militares do 3ª Batalhão de Dourados, do Grupo Especializado Tático Motorizado (Getam), agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do Corpo de Bombeiro Militar se reuniram no início da noite de ontem, no calçadão da Praça Antônio João, para prestar uma homenagem ao policial Cesar Augusto Corvalan Machado, 26 anos, do integrava o Getam, e morreu há um mês em Dourados, depois sofrer um acidente quando fazia acompanhamento tático a um motociclista que estava em alta velocidade.

Reunidos no local, os companheiros lembraram a morte do irmão de farda e fizeram uma oração. O tenente da PM, Teodoro Caramalac Neto, falou em nome da corporação e disse que além de Corvalan, aquela também era uma homenagem a todos os profissionais de segurança pública que já deram suas vidas ou foram feridos em serviço para proteger a sociedade.

“Ser policial ou trabalhar na segurança pública não é uma profissão, é um sacerdócio. Estamos aqui para fazer o bem e levar a paz para a sociedade”, disse Caramalac.

O tenente da Polícia Militar enfatizou ainda, que estes profissionais de segurança pública deixam suas famílias em prol de proteger as famílias de todos e ter uma sociedade mais segura.

“Nós somos a última defesa do cidadão contra os infratores e somos os únicos que fazem um juramento onde colocamos até nossa vida em prol do cidadão. Já demonstramos que não são apenas palavras ditas, pois para proteger pessoas que nem conhecem muitos já pagaram o mais alto preço que qualquer um pode pagar, como nosso irmão Corvalan” conclui.

Após o encontro na Praça Antônio João e as orações, os policiais fizeram no ‘sirenaço’ pela avenida Marcelino Pires para homenagear o policial morto em serviço em Dourados.

Dourados Agora

Comentários

Comentários