Geraldo presta contas e ouve reivindicações de moradores do Parque dos Jequitibás

Principal reivindicação é o asfalto; deputado solicitou à Associação e à sua assessoria, a realização de estudos e levantamentos que subsidiem a elaboração de projetos para serem apresentados junto ao Município, Estado e União, na busca de recursos

      

Dando continuidade a uma prática que norteia seu mandato desde que ingressou na vida pública como vereador em 1993, o deputado federal Geraldo Resende (PSDB) se reuniu, sábado (23) à tarde, com a população para prestar contas de seu mandato e ouvir as principais reivindicações da comunidade. Desta vez, esteve com dirigentes da Associação de Moradores do Parque dos Jequitibás, bairro que fica atrás da Prefeitura.

Falando de seu trabalho em favor daquela região da cidade, Geraldo Resende lembrou que bairros próximos como o Jardim Oliveira I e o Jardim Oliveira II estão cem por cento asfaltados por meio de uma parceria que fez com a Prefeitura de Dourados e com o Governo do Estado. Outro bairro próximo que está totalmente pavimentado por meio deste trabalho é o Parque Nova Dourados.

Lembrando que a pavimentação asfáltica existente no Conjunto da Guarda também é resultado de sua atuação como deputado federal, Geraldo Resende ouviu dos moradores pedido para que consiga recursos para garantir este benefício ao Parque dos Jequitibás. De acordo com os presentes à reunião, embora este seja um bairro bem situado, pois é adjacente à Prefeitura e ao centro de convenções e está próximo da rodoviária, shopping center e outras estruturas, a situação das ruas é extremamente precária.

“Não temos sequer condições de receber o benefício do transporte escolar, nem mesmo o particular, pois as vans não se aventuram a entrar aqui em dias de chuva”, explica o presidente da Associação de Moradores Gilmar Cipriano Ribeiro. “O sofrimento é tão grande que muitas pessoas que chegaram a construir casas preferiram pagar aluguel em outras regiões da cidade”, salientou Gilmaria Aparecida.

Na área da saúde, os moradores relataram a inexistência de equipe do Programa Saúde da Família. “Embora aqui seja um bairro central, não temos os benefícios básicos na área de saúde, educação, assistência social e outros”, afirmou outra moradora, Priscilia Moraes Carbonaro. Outra reclamação é sobre a informação sobre a possível inexistência de áreas públicas que obrigatoriamente deveriam ser destinadas à construção de creche, posto de saúde ou área de lazer no loteamento.

         Recursos

Após ouvir os moradores Geraldo Resende solicitou à Associação e à sua assessoria a realização de estudos e levantamentos que subsidiem a elaboração de projetos para serem apresentados junto ao Município, Estado e União, na busca de recursos. “Conheço muito bem o sofrimento de vocês pois morei trinta anos em bairro sem asfalto. Tenho procurado ajudar os municípios na solução deste e outros problemas e estou me propondo, mais uma vez, a fazer isso, na busca de uma melhor qualidade de vida aos moradores”.

Comentários

Comentários