Funcionários da Vale são presos após tragédia em Brumadinho

Foto G1

Cinco engenheiros foram presos nesta manhã desta terça-feira (29), em São Paulo e Minas Gerais. Os técnicos prestaram serviço à Vale e atestaram a segurança da barragem em Brumadinho. Investigações apontaram o nome dos profissionais e suspeita de fraude em documentos. A defesa Civil informou que há até o momento há 65 mortos e 279 desaparecidos, após a tragédia do rompimento da barragem da Vale.

Os presos são:

André Yassuda – engenheiro, preso em SP

Makoto Namba – engenheiro, preso em SP

Cesar Augusto Paulino Grandchamp – geólogo da Vale, preso em MG

Ricardo de Oliveira – gerente de Meio Ambiente Corredor Sudeste da Vale, preso em MG

Rodrigo Artur Gomes de Melo – gerente executivo do Complexo Paraopeba da Vale, preso em MG

Comentários

Comentários