Frente Parlamentar e Entidades do setor produtivo manifestaram apoio a Tereza Cristina

Após anúncio do Presidente da República eleito, Jair Bolsonaro, da nova ministra da Agricultura, deputada Tereza Cristina (DEM/MS), atual presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), mais de 30 parlamentares dos principais partidos políticos representados no Congresso Nacional declararam apoio à escolha de Tereza Cristina para o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Deputados e senadores do PP, PR, PSDB, MDB, PSD, PTB, PSL, Solidariedade e DEM estiveram presentes no anúncio e já manifestaram que a decisão fortalecerá o desenvolvimento do setor agropecuário brasileiro e do Brasil. Para o vice-presidente da FPA, deputado Alceu Moreira (MDB/RS), é inquestionável a capacidade técnica e a liderança, respeitada e admirada pelo agronegócio e pelos parlamentares da FPA e do Congresso, que a deputada possui. “Ela preenche todos os requisitos para assumir o cargo. Conhece de perto os anseios e desafios da agricultura brasileira, bem como do país”, afirmou Moreira.

Entidades de vários estados que representam as principais cadeias produtivas nacionais também se manifestaram de forma favorável ao novo cargo que será ocupado pela deputada. Em notas, as instituições afirmaram que Tereza Cristina atende as expectativas do setor, conhece bem os desafios da agropecuária brasileira, e tem capacidade política e técnica para exercer o cargo. Destacaram, ainda, que a gestão dela fortalecerá o agronegócio brasileiro, dentro e fora do país. A deputada foi a primeira ministra mulher indicada pelo novo governo.

Comentários

Comentários